Primeira pesquisa divulgada em Jussara que aponta Tacinho na frente, gera contestações nas redes sociais

Clima de festa, aglomeração, questionamentos e tretas marcam debate de pesquisa eleitoral divulgada em Jussara, norte do Território de Irecê.

DA REDAÇÃO | Por Joanderson Aleixo

A exemplo de toda eleição, em todos os lugares, pesquisas eleitorais se tornaram fenômenos de tensão entre os grupos que disputam os espaços de poder em todos os municípios. Em Jussara, nas eleições de 2016, pesquisas oscilavam nos empates técnicos entre Hailton Dias e Ronaldo Almeida. Ao final, Hailton Dias assumiu a cadeira de prefeito em janeiro de 2017.

Município que tradicionalmente tem disputas acirradas, desde a primeira vitória do ex-prefeito Walter Mendes Lopes, o “Waltinho”, em 1992, que nenhum prefeito vence as eleições com margem significativa de diferença.

No final da tarde desta segunda-feira, 24, o médico e advogado Taciano Mendes (Dr. Tacinho) pré-candidato a prefeito e o seu pré-candidato a vice, Ronaldo Almeida, celebrava de cima da sacada de um prédio da cidade, pessoas em carreata, comemorando a primeira pesquisa que lhe aponta como favorito nas eleições de novembro. Momentos depois, os mesmos se juntaram aos aliados, em ritmo de comemoração.

A pesquisa foi divulgada pela manhã, pelo site Bahia Notícias e à tarde os seguidores do pré-candidato oposicionista, em clima de devoção, enfrentaram as normas sanitárias de combate à Covid-19 e aglomeraram-se nas ruas e principalmente no posto de combustível Jussara, onde fizeram fila para abastecimento.

A PESQUISA – De acordo com os dados anunciados pelo BN e levantados pela Séculos, Táciano Mendes aparece com 47,29%, contra 28,24% de Thiago de Maristela, pré-candidato governista. Nulos, não souberam ou não souberam opinar, somam 24,47%.

POLÊMICA – Nas redes sociais os manifestos foram imediatos. Juliana Lopes postou logo um banner. “Quando a mentira é grande: Frente em Jussara de quase 2000 votos! Avaliação do prefeito 11%! Eu conto, ou vcs contam?”, provocou, abrindo o caminho para mais de 112 interações até o fechamento desta matéria e 61 comentários contrários ao resultado anunciado.

Por outro lado, no grupo “Política de Jussara – Debate e Estudos”, todas as manifestações foram de crédito aos resultados. Sem muitos comentários, mas sinalizações de contentamento foram disparados pelos membros do grupo.

Na postagem de Juliana Lopes, Preciliano Santos Almeida Neto servidor público do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, mas natural de Recife de Jussara, declarou: “Não acredito nessa pesquisa. A frente para um lado ou outro não passa de 300 votos. Mas pelo menos é uma pesquisa registrada. Acho que seria de bom alvitre Thiago registrar a dele para acabar com essa celeuma”.

A Pedagoga pela Universidade do Estado da Bahia, Andreia Silva também não acredita no resultado. “Absurdo!!!!!! Audaciosos demais nos números! Vão cair de novo nesse ilusório resultado!!!! Não aprendem nunca!!!!!! Agora os iludidos vão com tudo nas apostas!!!!!”, alertou.

TRETAS – Teve tretas também nas publicações. Em uma das postagens, Luzinete Battista, torcedora de Tacinho, disse: “Pra mim não muda nada!! Não como de prefeitura, só acho legal eleger um doutor”. Em resposta imediata, Juliana deu uma invertida: “Luzinete Battista, Também não como. Minha alimentação vem do meu trabalho diário. Preciso trabalhar três turnos pra pagar as minhas contas. Ms sabemos bem que está acostumado a comer, e diga se de passagem muito bem, por anos e sem levantar uma palha. Quanto a vc escolher um médico, pq Doutor ele ainda não é. É um direito todo seu. Apesar de eu achar que gestão política não dependa desse tipo de status. Lula está aí pra provar isso pra muita gente. Agora o meu humilde comentário é pq muito raro uma postagem minha não tenha seus comentários, muitas vezes até mesmo um pouco ofensivo e denotando intransigência. Então como a página é minha, achei por afinidade ressaltar o meu entendimento. Espero que vc entenda a minha colocação e tenha um pouco mais de cuidado com as palavras. Tenho evitado esse embate tem um tempinho ja. E a verdade é que nem eu, nem vc, sabemos quem vai ganhar. Quem sabe é Deus.”

A internauta Doraci Souza disse que “nem precisava contar”. “É mentira pra mais de metro”, aponta Neide Caetano. “Iludido pra caraí kkkkk! Avante Thiago de Maristela”, decretou Crys Brito. “Só vai cair a ficha quando abrir as urnas, e tome-lhe 11”, determinou Luzinete Battista.

AGLOMERAÇÕES – Sobre as aglomerações ocorridas por conta do ato, o secretário de governo Emanuel Rocha disse que “respeitamos os manifestos democráticos. Lamentamos as aglomerações. Este formato demonstra um certo desespero. Quem está bem não precisa demonstrar força expondo as pessoas em risco à Covid-19, quebrando as normas das autoridades de saúde. Preocupa-nos um profissional em saúde celebrar eventos assim”, salientou.

Sobre o resultado da pesquisa, anunciado, ele disse: “É muito estranho o resultado. Mas digo que estamos tranquilos, temos nossos estudos e conhecemos a realidade. Nos levantamentos que fazemos constantemente as metas estão sendo alcançadas e as estratégias funcionando bem. A eleição é disputada, mas sairemos vencedores”, reconhece o secretário.

INFORMES LEGAIS – Segundo o instituo pesquisador, o intervalo de confiança da pesquisa divulgada é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3,5% pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidas 746 pessoas, entre os dias 17 e 18 de agosto, para o levantamento, registrado junto à Justiça eleitoral sob nº BA-09969/2020.

Deixe uma resposta