Justiça pode suspender realização das provas do Enem, avaliam área técnica do Inep

Devido ao crescente número de casos da Covid-19 o Enem pode ser barrado pela justiça

DA REDAÇÃO | Portal Nacional da Educação

Na última terça-feira (05), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) descartou a possibilidade de postergar mais uma vez a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020) – marcadas para ocorrerem presencialmente nos dias 17 e 24 de janeiro e virtualmente, 31 de janeiro e 07 de fevereiro.

Porém, nesta quarta-feira (06), a área técnica do instituto, avaliam que existem a possibilidade de a Justiça Federal suspender a realização das provas em todo o País, em virtude do crescimento exponencial de casos confirmados e de mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

QUANDO A DECISÃO DE APLICAR A PROVA EM JANEIRO FOI TOMADA, NINGUÉM TINHA A NOÇÃO QUE ESTARÍAMOS NO AUGE DA SEGUNDA ONDA”, AFIRMOU UM PORTA-VOZ DO INEP. “PODEMOS VER UMA GUERRA DE LIMINARES NOS PRÓXIMOS DIAS”.

Até o fechamento desta reportagem, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não se pronunciaram oficialmente.

Deixe uma resposta