CFM venderá 400 reprodutores Nelore, financiados com valor indexado à arroba do boi gordo

Rafael Iglesias, da Texto Comunicação

A CFM coloca à venda 400 touros Nelore CEIP, no dia 5 de outubro, a partir das 18h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo Canal do Boi. Além da qualidade certificada dos reprodutores – todos com CEIP e DEP genômica –, o grande diferencial deste Leilão Virtual CFM está nas condições comerciais. O pagamento pode ser feito em 20 parcelas (2+2+16) ou em parcela única em outubro de 2021, pelo sistema CFM BullTrade – neste caso, o valor será indexado em arrobas de boi gordo.


O frete também é facilitado, com entrega gratuita para:
• Qualquer quantidade de touros na malha rodoviária dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins
• Cargas fechadas (16 ou 24 touros) na malha rodoviária de todo o Brasil
• Qualquer quantidade de touros nos pontos de entrega: Santa Inês (MA), Feira de Santana (BA), Correntina (BA), Redenção (PA), Novo Progresso (PA) e Campos dos Goytacazes (RJ).


“Todos os reprodutores ofertados pela CFM têm CEIP, o que significa que passaram por avaliação genética rígida e fazem parte dos 30% melhores da safra 2018. Além disso, os touros têm exame andrológico e estão prontos para trabalhar na próxima estação de monta”, informa Tamires Miranda Neto, gerente de pecuária da CFM.


Entenda o Sistema BullTrade – Trata-se de uma modalidade de venda exclusiva da CFM, que combina prazo e gestão de risco. Funciona assim: na batida do martelo, a CFM transforma o valor de compra do touro em arrobas de boi gordo, de acordo com a cotação da arroba na B3 para outubro de 2021. Dessa forma, o valor da compra passa a ser o total de arrobas, calculado no dia do leilão.


Se, na época do pagamento o valor da arroba estiver mais baixo que a cotação usada na compra do touro, o cliente paga para a CFM um valor menor do que aquele da batida do martelo. No caso de alta, apesar de o valor da compra subir, o produtor também tem valorização na venda de bois gordos, vacas de descarte e bezerros, equilibrando assim o resultado econômico e financeiro da fazenda.

Deixe uma resposta