file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Xique-Xique: Caminhão que transportava bois cai em rio e animais morrem afogados

Rodrigo de Castro Dias - 09 de Março de 2017 (atualizado 28/Jun/2017 16h37)

Moradores ajudam a retirar os animais de dentro do rio (Central Notícia)

Moradores ajudam a retirar os animais de dentro do rio (Central Notícia)

Do Central Notícia

Um caminhão de pequeno porte que estava carregado com bois caiu dentro do Rio São Francisco, em Xique-Xique/BA, nesta quarta-feira (8).

Segundo as primeiras informações, o motorista deixou o veículo estacionado, enquanto saiu a pé. Na sequência, o carro possivelmente desengrenou indo em direção ao rio. A outra versão é que o carro desgovernou - provavelmente faltou freio - e foi parar no rio.  Aproximadamente cinco animais morreram afogados.

Uma máquina pertencente a prefeitura ajudou no resgate dos animais e do caminhão. Depois do acidente, os animais mortos foram cortados em pedaços e, de acordo com moradores, as carnes seriam distribuídas  em açougues da cidade, sem a mínima condição de higiene e certificação de saúde dos animais.

Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) tem por finalidade supervisionar, fiscalizar e orientar as ações da política de saúde animal, e atua por meio dos programas oficiais, reunindo as atividades de prevenção, vigilância, controle e erradicação das doenças dos animais.

Foto: animais foram abatidos no local (Central Notícia)

Em sua página, na rede social facebook, Lídice Santos, moradora de Xique-Xique fez um alerta à população:  "Hoje 08/03 (sic) aqui em Xique-Xique, na beira do rio e próximo ao Ceasa, um carro com  cinco cabeças de gado entrou no rio e os animais morreram afogados. Ainda no local trataram os animais para comercializar. Atenção população! Esses animais são impróprios para o consumo humano pela forma que morreram e por serem tratados em local inadequado. Por onde anda a Vigilância Sanitária da cidade? Tenham cuidado ao comprar carne, você pode estar consumindo a desses animais".

A reportagem entrou e contato com a veterinária Milena, responsável pela Adab, em Xique-Xique, mas no momento, ela estava numa audiência no fórum da cidade.  O CN conversou com o agrônomo Armando Martins, Coordenador Regional da Adab. Ele assegurou que tanto a Adab quanto a Vigilância Sanitária do Município têm a responsabilidade, neste caso específico, de atuar na fiscalização. E garantiu que todos os procedimentos já foram feitos e não há carnes sendo comercializadas em açougues da cidade. Em Xique-Xique, existe um matadouro municipal.