IRECÊ

Vereadora Meirinha quer mudança no horário de funcionamento da Caixa Econômica Federal

Cultura&Realidade - 01 de Maio de 2020 (atualizado 04/Mai/2020 15h25)

file-2020-05-04075332.678382-meirinhads7f15458e-8df5-11ea-b070-f23c917a2cda.jpg

Vereadora Meirinha encaminha pedidos de consulta a especialistas, visando ampliação do horário de atendimento da Caixa - Foto: Ilustração

Ampliar o horário de funcionamento da Caixa Econômica Federal, em tempos de Pandemia, para os serviços de saques dos benefícios sociais, como Bolsa Família, Aposentadoria, Renda Básica e outros, foi o objetivo de requerimento que a vereadora Meirinha (REDE), encaminhou para a agência local da Caixa, na última quinta-feira, 30. A Vereadora também encaminhou consultas jurídicas à Câmara de Vereadores e à Procuradoria, visando esabelecer dispositivo legislativo ou acionar juridicamente o banco.

MEIRINHA EXPÕE REQUERIMENTOS: "O ideal é que os caixas eletrônicos possam funcionar 24 horas sem faltar numerários". Foto: Divulgação.

 

“É inaceitável e muito desumana a dinâmica dos serviços prestados às pessoas que estão precisando dos recursos e terem que se sujeitar aos riscos de contaminação, tendo que passar toda uma noite em fila de espera. E o pior, conheço muita gente que, depois de 5h na fila, quando chegou no caixa eletrônico não tinha dinheiro”, reclamou a vereadora. “É preciso, além de ampliar o horário de atendimento, estabelecer estratégia de reposição permanente. O banco é oficial, do governo federal, não pode se permitir a dizer que faltou dinheiro, sobretudo já sabendo da demanda”. Conclui.

A vereadora também encaminhou, na mesma data, pedido ao Presidente da Câmara de Irecê, para que se consulte a Assessoria Jurídica do Poder Legislativo, averiguando a possibilidade de um dispositivo legislativo municipal que possa intervir para melhorar o atendimento à população.

Em igual teor, a vereadora acionou a Procuradoria Geral do Município, consultando sobre a viabilidade jurídica que mova a agência a estabelecer atendimento 24h através dos caixas eletrônicos, até perdurar os efeitos do Estado de Emergência em Saúde Pública, estabelecido pelo Governo Federal.

O formato de atendimento atual, além dos riscos e tratamento promotor de sofrimento, está exigindo do poder executivo uma grande mobilização governamental e financeira, para prevenir a infestação do vírus, nas forçadas aglomerações.

“O prefeito Elmo Vaz tem sido brilhante na condução dos esforços para proteger as pessoas do município e nossos visitantes contra o coronavírus. O prefeito está fazendo uma gestão responsável e até aqui, eficaz, alinhada com a ciência, com as autoridades em saúde e com os setores econômicos, no menor risco. No que se refere às aglomerações para saques, o gestor fez uma mega articulação, montando uma extraordinária estrutura, com agentes municipais, toldos, distribuição de mascadas, instalação de banheiros especiais, serviços de desinfecção. Sua proatividade é admirável e demonstra sua sensibilidade com a nossa gente. Mas a agência bancária precisa rever o formato de atendimento, ofertando mais dignidade para as pessoas que estão precisando”, avalia a vereadora.