file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Verão termina com poucas chuvas e temperaturas elevadas na maior parte da Bahia

Rodrigo de Castro Dias - 17 de Março de 2017 (atualizado 17/Mar/2017 21h23)

file-2017-03-17180642.619191-clima-frio-chapada-diamantina-9f07d594-0b55-11e7-a317-047d7b108db3.jpg

Foto: nas regiões Norte, Nordeste, Chapada Diamantina e Sudoeste, a massa de ar quente e seco ainda deve influenciar o tempo nos próximos dias (Reprodução)

As condições do tempo previstas para os próximos dias na Bahia, que inclui o último final de semana do verão, deverão ter algumas mudanças, principalmente em relação às chuvas, pois a massa de ar quente e seco continua perdendo força, o que poderá aumentar a nebulosidade e as chances de ocorrer chuvas na maior parte do Estado. Nas regiões Oeste e São Francisco, onde há possibilidade de chuvas, que deverão ser influenciadas pelos elevados índices de umidade do ar, vindos da região amazônica, deixando, assim, o céu nublado a parcialmente nublado com chuvas fracas.

Com temperaturas em torno dos 36°C (máximas), aumentam as chances de ocorrer eventos isolados de chuvas mais intensas nessas regiões. Para o Recôncavo e Sul, além do calor, há também previsão de chuvas, influenciadas com mais intensidade pelos ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico. Com isso, o predomínio para esse período é de céu nublado a parcialmente nublado com chuvas fracas.

Para as demais regiões do Estado (Norte, Nordeste, Chapada Diamantina e Sudoeste), a massa de ar quente e seco ainda deve influenciar o tempo nos próximos dias, embora com menor intensidade. Com isso, a previsão é de céu parcialmente nublado a claro na maior parte do período. Eventos de chuvas fracas também são esperados para algumas localidades, principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

Irecê apresenta temperaturas estáveis - entre 19º e 34º - por todo o final de semana (Reprodução/Inema)

Mesmo enfraquecida, a permanência da massa de ar continua mantendo as temperaturas elevadas nas regiões Norte e Nordeste, onde as máximas poderão chegar aos 36°C. Por outro lado, temperaturas mais amenas (com mínimas de até 16°C) também são esperadas na Chapada Diamantina e Sudoeste, sobretudo nas áreas serranas.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, o verão deve terminar com céu nublado a parcialmente nublado, com possibilidade de chuvas fracas. No entanto, as maiores chances de ocorrência dessas chuvas são para o período da noite e nas primeiras horas da manhã. Mesmo com essa previsão de chuvas, as temperaturas na capital baiana continuam elevadas, com valores variando de mínimas de 23°C e máximas de 32°C.

Maré
Entre a sexta-feira (17) e o domingo (19), a maré deverá atingir sua altura máxima no período entre às 6h30min e às 8h30min e entre às 18h30min e às 20h30min, com valores variando de 1,4 a 2,4 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre à 00h30min e às 2h30min e entre às 12h30min e às 14h30min, com valores variando de 0,5 a 1,0 metro. As ondas previstas deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUV’s)
O final da estação do verão e início do outono tem como característica as altas temperaturas e chuvas mais intensas, além do aumento da incidência de radiação solar e, consequentemente, dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Tal situação pode ser vista na previsão para o período entre os dias 17 e 19/03 quando estes deverão variar de 12 a 13 em todo o Estado.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes IUV’s fazem parte da categoria de intensidade “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, principalmente, nos horários das 10 às 16 horas, quando há maior incidência dessa radiação. Com isso, para minimizar os danos causados a saúde, recomenda-se a utilização de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, etc.

Com informações do Inema