file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Transexual que sofreu tentativa de homicídio em abril tem infecção e precisa ser transferida para Salvador

Rodrigo de Castro Dias - 15 de Maio de 2017 (atualizado 20/Jun/2017 17h09)

Bárbara Trindade ficou tetraplégica após o atentado e está internada no Hospital Regional de Irecê

Situação de transexual se agrava e ela precisa ser transferida para Salvador.

Foto: Reprodução

Do Bahia Notícias

Apresentando grave quadro de infecção hospitalar, a transexual Bárbara Trindade necessita com caráter de urgência de transferência para um hospital em Salvador para cirurgia na medula. Bárbara está internada em Irecê e ficou tetraplégica em abril, quando sofreu uma tentativa de homicídio por parte de seu ex-parceiro, segundo denúncia do Ministério Público Estadual. O problema é que o Governo do Estado alega ausência de leitos para receber a jovem, mesmo após a Justiça ter concedido a liminar de transferência da vítima para realização de serviço especializado em traumatismo raquimedular (TRM) e a avaliação com transporte em unidade de suporte avançado, em estabelecimento público ou particular. Com a demora, há risco de que a militante não consiga recuperar o movimento dos braços, que teria sido curado com mais facilidade se ela já tivesse realizado o procedimento.  “Os médicos disseram que agora, provavelmente, ela não vai mais conseguir recuperar os movimentos dos braços porque a cirurgia já era pra ter sido realizada. As chances diminuem a cada dia. Ela precisa, pelo menos, manter o controle do tronco", afirmou a militante do Coletivo LGBTT do PSOL de Irecê, Rubi Santos.

LEIA MAIS: Frentista é denunciado por tentar matar transexual em Presidente Dutra