file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Tragédia em Seabra: Passageiros de micro-ônibus eram parentes e voltavam de uma festa de fim de ano

Cultura&Realidade - 04 de Janeiro de 2019

file-2019-01-04112349.317217-dd97c54c-8aaa-4c56-b376-5ca843eb20ec5a6cce3e-102c-11e9-9991-f23c917a2cda.jpg

"Hoje cedo saíram muito felizes, mas, infelizmente, aconteceu [o acidente]". Foto: Reprodução Facebook

Os passageiros do micro-ônibus envolvido no grave acidente que deixou seis mortos, na Bahia, na manhã desta quinta-feira (3), eram parentes e retornavam para casa após uma festa de família realizada para comemorar a chegada do ano novo. A informação foi divulgada por uma parente das vítimas. O evento ocorreu em Goiás. No total, 40 pessoas viajavam no coletivo. Seis delas morreram.

O acidente ocorreu na BR-242, no perímetro urbano da cidade de Seabra, na região da Chapada Diamantina. Uma carreta bateu no coletivo, que atingiu outros dois carros. Vinte e seis pessoas ficaram feridas no acidente, incluindo o motorista da carreta.

 

De acordo com Tainam Guanais, que é da família das pessoas que viajavam no micro-ônibus, o coletivo chegou na Bahia na quarta-feira (2). Os passegeiros dormiram na casa de Tainam, no município de Ibotirama, no oeste do estado, e só seguiram viagem na manhã desta quinta.

"Na ida dormiram lá e na volta também dormiram lá para descansar. Hoje cedo saíram muito felizes, mas, infelizmente, aconteceu [o acidente]", disse Tainam.

Parte da família morava em Campo Formoso, outra em Juazeiro e algumas pessoas em Jacobina, todas cidades no norte da Bahia. Dos mortos, três eram de Juazeiro, incluindo Rosalvo Ferreira da Costa, de 60 anos, e a filha Angeline da Silva Sosta, de 33, que era técnica de enfermagem da rede municipal de saúde.

 

 

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde e Juazeiro se solidarizou com a família e informou que, por conta do acidente, o funcionamento do posto de saúde onde Angeline trabalhava foi suspenso nesta quinta-feira.

Os outros mortos foram identificados como Simoni Otília Gomes Silva, Rebeca Silva Oliveira, Delma Ribeiro da Silva, de 55 anos, e Thalita Ribeiro da Silva, de 31 anos, que é filha de Delma.

Dos 26 feridos, 22 estão internados no Hospital Regional da Chapada, na cidade de Seabra. Duas crianças, uma de 3 e outra de 7 anos, foram transferidas para o Hospital do Subúrbio em Salvador. As outras duas pessoas foram encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE).

"Alguns estam na observação, outros estão aguardando ser liberados, alguns vão passar por cirurgia. Os que foram à óbito já foram para o IML. As crianças nós não temos informação ainda, mas estão em estado grave", contou Tainam Guanais.

 

Caso

De acordo com a polícia, o acidente ocorreu por volta 9h, na entrada da cidade de Seabra. À polícia, testemunhas relataram que a carreta, que saiu de Barreiras, no oeste da Bahia, perdeu o freio após descer uma ladeira e acabou batendo no micro-ônibus.

Entretanto, a polícia ressaltou que as causas do acidente só poderão ser apontadas quando a perícia for concluída.

Por conta do acidente, os veículos ficaram destruídos. O micro-ônibus perdeu o teto com a força da batida e o caminhão ficou sem a cabine. Os objetos dos passageiros ficaram espalhados pela rodovia, assim como as sacas de floco de milho que eram transportadas na carreta.

 

Da redação, com informações do G1