file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Serra de Uibaí em chamas. Brigadistas voluntários precisam de ajuda

Cultura&Realidade - 01 de Setembro de 2017 (atualizado 05/Set/2017 08h57)

file-2017-09-01111655.666903-serra3574ef50-8f20-11e7-97a4-f23c917a2cda.jpg

Fogo se espalha rapidamente pela serra – FOTO: Registros dos brigadistas

Um grito de desalento e desespero poderia ser sentido nas palavras do jovem músico e ambientalista de Uibaí, Marlon Gomes, hoje pela manhã, às 9 horas e 30: “Os voluntários estão na luta lá. O fogo ainda persiste, espalhado em vários focos. O número de adeptos ao combate até ontem à noite era insuficiente para o combate”. Foi este o manifesto dele, no grupo de WhatSapp, “Raízes da Serra”.

Veja o vídeo de registros dos brigadistas 

De acordo com depoimentos de moradores e ambientalistas de Uibaí, a serra vem sendo tomada por diversos focos de incêndio. Segundo os mesmos, o fogo começou domingo, 27, na grota do peixe, na comunidade de Sobreira, e na segunda-feira tomou conta de toda a extensão da gruta e leito do riacho, se alastrando por toda a serra.

Vinte e cinco brigadistas locais voluntários estão dioturnamente tentando apagar as chamas. “Ontem foi o dia mais crítico. Duas equipes permaneceram na serra, uma até as duas horas da manha, e a outra descendo as cinco horas da manha de quinta-feira (31), com aparente situação de controle, conforme equipe que subiu às 10h40, pra fazer monitoramento. Porém, às 14h o fogo retornou com força total, já chegando nas roças da serra e bem próximo ao leito do riacho da fonte grande, em Hidrolândia”. A declaração é da turismóloga Camylla Machado, 34.

Chegou hoje no apoio, dois brigadistas de Morro do Chapéu e um técnico para avaliação da situação, de modo a verificar inclusive a necessidade de requisição de aeronave junto ao estado, em razão das dificuldades de acesso ao local, apontado por Edimário Machado, líder ambientalista, como “área muito íngreme e de vegetação fechada e espinhosa”.

PEDIDO DE APOIO - Camilla fez um apelo nas redes sociais:  “Pessoal estamos pedindo o apoio de todos que possam colaborar, da maneira que for possível, para que possamos pôr fim a essa tragédia ambiental que está ocorrendo em nosso município.  Estamos precisando principalmente de voluntários que se disponibilizem no combate direto do fogo, apesar da garra dos que já estão nessa batalha desde ontem, o número ainda não é o bastante. Pedimos também doações de mantimentos e material para a manutenção desses voluntários no local, então todos podem contribuir”.

As doações podem ser entregues na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, a partir das 7h30. Pede-se principalmente alimentos feitos para lanches na área de combate e água potável, além de equipamentos que possam ser utilizados no combate ao fogo.

Mais informações:

Maurilia - 074988178540

Camila - 074988061810

Jurema - 074988137245

Ricardo - 074988083201

Agda - 074988479614