AMBIENTE

Projeto em Roma, permite que usuários do transporte público troquem garrafas PET por passagens

Cultura&Realidade - 17 de Agosto de 2019 (atualizado 17/Ago/2019 12h49)

file-2019-08-17124816.521916-k6da87954-c106-11e9-b6ac-f23c917a2cda.jpg

Campanha +Ricicli +Viaggi - Foto: Ilustração

A campanha +Ricicli +Viaggi (ou “+Reciclagem +Viagens”) aceita garrafas PET, que são coletadas e enviadas para processamento. A ideia do governo local é prover mais uma via de reciclagem para combater o problema do lixo da capital italiana, que se acumula com ainda mais vigor durante o verão. A prefeitura de Roma iniciou o projeto experimental no qual seus 4,3 milhões de cidadãos poderão reciclar garrafas plásticas em troca de bilhetes gratuitos para o sistema de transporte público da cidade, o que inclui sua malha de trens, metrôs e ônibus.

Três estações de metrô contarão com postos de troca. Cada garrafa vale 0,05 € (R$ 0,20) em créditos, fazendo uma viagem de 1,50 € ser equivalente a 30 garrafas.

“Podemos dizer que somos a primeira grande capital europeia a apresentar esse tipo de inovação”, disse a prefeita de Roma, Virginia Raggi, no lançamento da campanha de reciclagem. “Uma máquina que ‘engole’ garrafas plásticas e emite um crédito para comprar passagens de ônibus. A economia circular é algo fácil de se praticar.”

Assim que o usuário inserir as garrafas plásticas na máquina de reciclagem, os “ecobonus” serão creditados por meio de aplicativos como o myCicero e TabNet (usados para compras de bilhetes).

                                                                     

“Será possível recompensar o comportamento responsável do ponto de vista ambiental e fidelizar os clientes que usam o aplicativo”, disse a Atac, empresa que administra a rede de transporte público de Roma.

De acordo com Virginia, o projeto piloto será executado pelo departamento de meio ambiente por um ano e não apenas os níveis de reciclagem da cidade serão avaliados, mas também os índices de fare-dodging (nome dado para a prática de tentar viajar em transportes públicos sem pagar tarifa).

Saiba mais sobre a campanha assistindo o vídeo (ative as legendas)


Da redação, com conteúdo do Razões para Acreditar