file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Projeto Alimentação Saudável muda realidade de toda comunidade rural em São Desidério

Cultura&Realidade - 16 de Novembro de 2018

file-2018-11-16173647.446970-WhatsApp_Image_2018-11-16_at_18.33.2656967922-e9df-11e8-891e-f23c917a2cda.jpg

Estudantes aprendem na teoria e na prática, como produzir alimentos saudáveis – Foto: Divulgação/Senar

“Água, cidadania e sustentabilidade” é o tema do Programa Despertar do Senar Bahia desenvolvido nas escolas do campo do município de São Desidério, neste ano de 2018. Pensando em trabalhar com a comunidade escolar, pais e comunidade local e conhecendo a realidade da comunidade Vila Nova da Conceição, a Escola Municipal João Barbosa de Souza Sobrinho desenvolveu durante todo o ano o projeto “Alimentação Saudável” que objetiva esclarecer que a alimentação saudável tem um grande valor nutricional, contribuindo para o desenvolvimento integral do ser humano.

De acordo com a coordenadora da escola, Maria Muniz, a partir da observação dos professores sobre a alimentação dos alunos, notou-se que os mesmos não possuíam o hábito de consumir alimentos saudáveis, e assim, surgiu a necessidade de repensar os hábitos alimentares dentro e fora da escola.

“Com base nesse contexto, a escola buscou durante todo este ano, trabalhar a temática “Alimentação Saudável”, como alternativa para reverter esse quadro, já que mesmo sendo uma comunidade rural, nossos alunos não tinham um boa aceitação de frutas, hortaliças, verduras e legumes na merenda escolar. Dessa forma, iniciamos um trabalho com nossos alunos, familiares e comunidade local para inserir nos hábitos alimentares, o consumo de uma alimentação adequada, baseada em frutas, verduras e legumes”, falou Maria Muniz.

A escola desenvolveu o cultivo de hortaliças e frutas e foi implantado na mesma uma horta e um viveiro de mudas que incentivou os alunos e a comunidade a cultivar e consumir esses alimentos. Esta atividade além de sensibilizar a todos para uma alimentação saudável, oportunizou também reconhecer as técnicas do plantio de mudas, perceber a importância da composteira para a horta, diferenciar os produtos orgânicos dos inorgânicos e compreender as vantagens de implantar um viveiro na escola. Técnicas essas que foram também levadas para a comunidade e os resultados obtidos vem fazendo uma grande diferença nas vidas de cada família.

“Através do trabalho realizado por meio da escola de meu filho, nós aprendemos a importância de cultivar esses alimentos no quintal de nossas casas, a importância de termos alimentos orgânicos, em nossa mesa, que são cultivados por nós e principalmente de perceber que através da escola nossos filhos aprendem muito mais do que ler e escrever, aprendem a ser seres humanos melhores, que pensam no seu bem, no bem do meio ambiente e de toda a nossa comunidade”, falou o pai de Kayo Pereira de Souza, aluno do 6º ano  do Ensino Fundamental, Josemar de Souza Pereira.

Durante todo o ano a Escola João Barbosa de Souza Sobrinho trabalhou no Projeto “Alimentação Saudável” e além de plantar e cultivar frutas e verduras, realizou vários trabalhos para colaborar neste processo como: aulas, oficinas, realização de pesquisa de campo, construção de tabelas e gráficos, realização de seminários, experimentos, palestras com nutricionistas e técnicos agrícolas, e realização de feiras de alimentos orgânicos.

A aluna do 8° ano do Ensino Fundamental, Miltiane da Silva Santana, afirmou que a partir do estudo sobre alimentação saudável, ela pôde melhorar bastante seus hábitos alimentares, pois aprendeu como cultivar os alimentos e a importância deles para a sua saúde. “Aprendemos a cultivar alimentos e esse processo hoje ajuda a nossa comunidade a economizar e a melhorar a nossa alimentação comendo alimentos saudáveis, cultivados por nós”, afirmou Miltiane.

Segundo o diretor da escola, Sandro de Souza Cruz hoje é perceptível as mudanças nos hábitos alimentares dos alunos, dentro e fora da escola, bem como na alimentação dos funcionários de toda a comunidade de Vila Nova da Conceição. “Buscamos fazer com que as pessoas envolvidas direta e indiretamente neste projeto, fossem capazes de plantar as hortaliças no quintal de sua casa, cultivando alimentos orgânicos e saudáveis, ou seja, deixando de comprar na cidade, e cultivando em suas roças, contribuindo para a qualidade de sua saúde e melhoria de sua condição financeira”, finalizou.

A Comunidade Vila Nova da Conceição

A comunidade de Vila Nova da Conceição, está localizada a 42 km da sede do Município de São Desidério. É uma comunidade construída em 2005, com o intuito de dar melhores condições de vida aos moradores de cincos povoados (Conceição, Salobro, Capão Verde, Passaginha e Lagoinha).

Fonte: Ascom SPRLEM