file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Professores de língua estrangeira da Uneb fazem paralisação por falta de pagamento

27 de Julho de 2016

650x375_1308488.jpg [caption id="attachment_5085" align="aligncenter" width="637"]Campus da Uneb em Salvador. | Foto: Reprodução/Aratu Online Campus da Uneb em Salvador. | Foto: Reprodução/Aratu Online[/caption] Os professores do Núcleo de Estudos Estrangeiros (NEE) da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) iniciaram este mês uma paralisação por conta da falta de pagamento de salários. De acordo com Ângelo Miranda, um dos cerca de 15 docentes selecionados para o NEE em um edital de 2015, eles começaram o ano letivo no início de abril e ainda não receberam pelo trabalho. A interrupção das atividades foi decidida na segunda semana deste mês e ainda não tem prazo para acabar. "Nós fizemos nosso trabalho. Não tem o que negociar, eles têm que pagar. O que a gente está vendo é que a burocracia este ano está pior que no ano passado", reclama Ângelo. Em 2015, também houve atraso no pagamento da remuneração. Os docentes também iniciaram as atividades em abril e só foram remunerados em outubro, depois passar por um período de paralisação. "O chato é que nossos alunos pagam pela aula e não estão podendo continuar com o semestre por causa de uma situação como essa", afirma Ângelo. Os professores são vinculados à Pró-Reitoria de Extensão (Proex). O contrato da Uneb com eles durou oito meses entre abril e dezembro do ano passado e foi prorrogado pelo mesmo período para 2016. Via Bahia Notícias