Irecê e Região

Professores de Jussara entram em greve após atrasos de salários; três mil alunos estão sem aula

Cultura&Realidade - 17 de Junho de 2019

file-2019-06-17172510.507488-61e4fda768d35af18446ba8657874c1f012a8d96-913e-11e9-9efe-f23c917a2cda.jpg

Os professores municipais da cidade de Jussara, na região de Irecê, entraram em greve no dia 28 de maio após cobranças de atrasos salariais. Cerca de 3 mil alunos estão sem aulas.

De acordo com Márcia Fernandes, diretora regional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), os funcionários da educação que trabalham no município não receberam os salários de março, abril e maio.

Segundo a diretora, a prefeitura fez uma proposta de parcelamento dos pagamentos referentes a março, abril e maio, mas que não agradou a categoria.

"A nossa proposta é de que eles [prefeitura] paguem os salários de março e abril e nós encerramos a greve. Nós aceitamos negociar o débito de maio após o encerramento", disse Márcia Fernandes.

A reportagem entrou em contato com o secretário de Educação da cidade, Gladiston Ribeiro, que confirmou os atrasos nos salários dos funcionários e disse que foi criada uma comissão para fazer uma auditoria da folha de pagamento.

Conforme Gladiston Ribeiro, não há um prazo para os pagamentos dos salários atrasados, pois o órgão está com dificuldade de quitar a folha salarial dos funcionários porque a despesa é maior do que a receita atual.

Da redação, com informações do G1.