Irecê e Região

Presidente da Câmara repudia sensacionalismo e manifesta solidariedade a Elmo Vaz

Cultura&Realidade - 25 de Maio de 2019

file-2019-05-25111017.286457-61459046_10219671531766677_5003725285971984384_nd2a92756-7ef6-11e9-9efe-f23c917a2cda.jpg

Presidente da Câmara de Vereadores de Irecê, Paulinho do Destak(PODEMOS). Foto: Divulgação/Facebook

Por Rai Cruz

Em virtude de matéria veiculada amplamente por setores da imprensa, nesta última sexta-feira, 24, dando conta que o Ministério Público do Estado, havia pedido a prisão do prefeito de Irecê, Elmo Vaz, sendo que “tal informação não procedia”, mas que da forma em que foi divulgada causou-lhe um enorme constrangimento, assim, como também em toda sua família.

“O presidente da Câmara de Vereadores de Irecê, Paulinho do Destack (PODEMOS), vem diante dos fatos a público manifestar o seu “apoio e solidariedade” ao prefeito Elmo Vaz e sua família, repudiando a maneira com que tal informação foi veiculada, sem a devida apuração e checagem dos fatos, quando se deveria atender tão somente a veracidade, como deve se nortear o bom jornalismo”.

Em nota de esclarecimento, o próprio Ministério Público rechaça tal informação, quando diz que: “Não apresentou qualquer pedido de prisão do prefeito de Irecê...”.

“Entendemos que mesmo diante do estrago irreparável, esperamos que haja no mínimo uma retratação aos danos causados, pois não comungamos com coisas desse tipo, independente de posições políticas partidárias, e acredito que onde há erro, há acerto”, disse o presidente da Câmara.