IRECÊ

Prefeitura de Irecê inicia investigação sobre descarte clandestino de lixo

Cultura&Realidade - 09 de Julho de 2019

file-2019-07-09124317.684899-lixo_capa456d358e-a260-11e9-8cfa-f23c917a2cda.jpg

Descarte irregular de resíduos na estrada que liga Mercadão à BA 052 é motivo de investigação da Secretaria de Meio Ambiente – Fotos: João Gonçalves/Moisés Menezes

Nessa terça-feira (09), a Prefeitura de Irecê, através da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, realizou ação fiscalizatória na estrada que liga o Mercadão a BA-052, para identificar os descartes irregulares de resíduos sólidos residenciais e comerciais que estão ocorrendo no local.

Segundo o secretário João Gonçalves, que coordenou a operação, junto com o fiscal ambiental e de posturas, Moisés Menezes, “é inadmissível, que, com toda a estrutura e logísticas oferecidas pela prefeitura, ainda tenha gente que faça este descarte criminoso. Vamos adotar todas as providências no sentido de impedir que o local se torne em um lixão”, disse o secretário.

Ainda de acordo com João Gonçalves, a Prefeitura de Irecê encerrou o lixão, criou a cooperativa de catadores e concedeu-lhe todo o apoio e estrutura, pôs o aterro sanitário em operação e mesmo assim, ainda existem pessoas que deixam de usar estes serviços para descartar os resíduos irregularmente. “Só pode ser um boicote e sabotagem à cidade”, salientou.
No local, foram constatados descartes de resíduos de oficinas mecânicas, medicamentos, comerciais e residenciais.

A fiscalização irá continuar até identificar os infratores, contra os quais serão abertos os procedimentos administrativos. Além disso, o relatório será encaminhado à Secretaria de Infraestrutura, com as recomendações cabíveis ao caso e os proprietários dos terrenos serão identificados para adoção das providências previstas em lei.

Na foto superior, o fiscal da Semades Moisês Menezes e na segunda o secretário João Gonçalves, vasculham resíduos em busca de pistas de possíveis responsáveis pelo descarte irregular.

Ascom/PMI