file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Politica

Preço da gasolina vai subir de novo e mulher que surtou em posto no governo Dilma segue desaparecida

Cultura&Realidade - 22 de Janeiro de 2018 (atualizado 22/Jan/2018 09h22)

file-2018-01-22084028.821373-mulher_surta0b886c6c-ff69-11e7-98f4-f23c917a2cda.jpg

Taís Helena Galon Borges - FOTO: Ilustração/Google

ostado em 20 de janeiro de 2018 às 3:24 pm

O preço da gasolina, que já subiu 25% no ano passado desde a introdução da nova política de reajuste de preços, terá nova alta neste sábado, de 0,7% nas refinarias, segundo comunicado da Petrobras. Já o preço do diesel será reduzido em 0,6%, informa o Globo.

Os reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da petroleira, em vigor desde julho do ano passado e que prevê alterações quase que diárias nas cotações dos combustíveis.

Nos últimos seis meses, o preço médio subiu 19,5% e já se aproxima dos R$ 4,20. Em algumas cidades, rompeu a barreira dos R$ 5. O preço médio, sem descontar a inflação, é o maior já registrado na série histórica da Agência Nacional do Petróleo (ANP), que começou em 2001.

Taís Helena Galon Borges, a mulher que surtou quando a gasolina foi a R$ 2,80 no governo Dilma, continua desaparecida.