POLÍTICA

Pedro Tavares confirma que portaria exigindo instalação de hidrômetros em poços, será motivo de Audiência Pública

Cultura&Realidade - 14 de Novembro de 2019 (atualizado 14/Nov/2019 17h18)

file-2019-11-14123128.419809-tavad38be156-06f3-11ea-955b-f23c917a2cda.jpg

Deputado Pedro Tavares compreende que a implantação de hidrômetros é uma preparação para cobranças sem que tenha sido discutido para preparar o setor produtivo - Foto: Divulgação

A portaria do Inema que estabelece critérios para instalação de hidrômetros e monitoramento de saída de água, em poços artesianos do estado será tema de audiência pública a ser realizada na Assembleia Legislativa da Bahia pela Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento e Turismo, presidida pelo deputado Pedro Tavares (DEM) e pela Comissão de Agricultura, conduzida pela deputada Jusmari Oliveira (PSD). A data para realização da reunião ainda será confirmada.

Os parlamentares acordaram sobre a necessidade de aprofundamento do debate para esclarecimento da portaria, que despertou questionamentos entre os agricultores e produtores rurais do interior do estado.

Tavares citou que não houve um debate em torno da questão, sendo assim, a audiência conjunta será uma oportunidade para esclarecimentos. A reunião vai contar com a participação de comitês de bacias, ongs, órgãos ambientais, além dos produtores rurais e representantes do Inema.

“É preciso que o Inema esclareça o motivo da portaria, quais as faixas que serão atingidas e as consequências. Queremos saber se a medida chegará ao pequeno produtor, lembrando que a maioria passa por dificuldades para sobreviver e a instalação dos hidrômetros pode representar mais um custo”, afirmou.

O presidente da Comissão de Infraestrutura lembrou que a maioria teme que o decreto gere mais cobranças pelo uso da água. “Se isso representar o primeiro passo para cobrar a água sou contra”, frisou.

A deputada Jusmari também ressaltou que a audiência pública será uma oportunidade para que todos os interessados possam discutir de forma transparente o alcance da portaria do Inema. “O objetivo é ouvirmos as reivindicações de todos e discutirmos o tema de forma aprofundada para que não fique qualquer dúvida sobre o assunto”, acrescentou.

 

Da Redação, com informações da ASCOM do deputado.