file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Novos presídios da Bahia entram em operação até abril, segundo Seap

06 de Janeiro de 2017 (atualizado 09/Fev/2017 02h26)

file-2017-02-09002618.135555-presdios_ba233ded7a-ee6f-11e6-a925-047d7b108db3.jpg

Foto: divulgação

Da Secom/BA

Entre os próximos dias 16 e 18, o governo baiano, por meio da Secretaria Especial de Administração Penitenciária (Seap), publica o edital de licitação para a contratação de empresas que irão gerir os novos presídios construídos pelo Estado em Barreiras (oeste), Irecê (centro norte) e Salvador. Em Brumado (cento sul), a obra encontra-se em fase de conclusão.

No total, serão acrescidas mais 2.269 novas vagas com a entrada em operação das novas unidades prisionais, que serão geridas por meio da modalidade de co-gestão. A expectativa da Seap é que ainda no primeiro trimestre deste ano esses novos presídios estejam em pleno funcionamento. De acordo com o chefe de gabinete do órgão, Carlos Sodré, a inclusão das 2.269 vagas em 2017 vai reduzir significativamente o déficit atual do sistema prisional baiano, atualmente estimado em aproximadamente três mil vagas. “Hoje, a população carcerária baiana totaliza 13.495 internos para 10.319 vagas.

Com essas novas unidades, o déficit caminha para esgotar-se ainda no primeiro quadrimestre deste ano”, enfatiza Sodré, salientando que a Bahia poderá ser, ainda este ano, possivelmente, a primeira unidade da federação a ‘zerar’ o déficit prisional do Brasil. Na atual gestão, já foram inauguradas 2.190 vagas, entre construção e ampliação de unidades prisionais.