Educação

Não há necessidade de pegar fila para fazer matrículas nas escolas estaduais, pode ser feita até em casa

Cultura&Realidade - 22 de Janeiro de 2020 (atualizado 22/Jan/2020 07h20)

file-2020-01-22071307.159169-Sem_titulo-1c8cfe856-3cff-11ea-8fae-f23c917a2cda.jpg

Sistemas digitais para matrículas na rede estadual de ensino funcionam nos dias e horários do modo presencial - Foto: Ilustração

Da Redação/João Gonçalves

 

O site Cultura&Realidade conversou com Clendson Barreto, na manhã desta terça-feira, 21, com quem falou sobre o sistema de matrículas adotado pela rede escolar do estado da Bahia este ano. “Trata-se de um sistema ultramoderno, resultado de avanços tecnológicos neste sentido, uma vez que as matrículas vem avançando em termo de autonomia ao público interessado, assegurando mais transparência e igualdade de acesso a todos os cidadãos e cidadãs”, destacou Clendson, que é o atual Diretor Estadual de Educação, para o Território de Irecê.

 

Ele esclareceu que a rede estadual de educação fez uma ampla campanha de orientação, tendo inclusive a colaboração das redes municipais de ensino, uma vez que a maioria dos alunos são remanescentes do 9º Ano, que buscam o ingresso no Ensino Médio e/ou Técnico, deixando evidente que as pessoas podem acessar o sistema e fazer sua matrícula de qualquer lugar, através de meios eletrônicos, como celulares e computadores. “Basta ter um sinal de internet e ler as orientações”, disse o diretor, foto abaixo.

Segundo Clendson, o problema é que as pessoas querem acessar a qualquer hora, mas o sistema eletrônico só funciona nos mesmos horários em que o modo presencial está funcionando.

O site Cultura&Realidade testou o sistema eletrônico e simulou uma matrícula, até o passo que antecede a conclusão e o mesmo funcionou perfeitamente.

Nota-se que as filas se tornaram uma instituição cultural das pessoas. O site apurou ainda que em Xique-Xique, Barreiras, Juazeiro, Feira de Santana e até mesmo Salvador, ocorreram filas pelas mesmas razões: desconhecimento das informações e inabilidade com o meio digital. Para estas pessoas, equipes de profissionais, nas datas e horários marcados estão nas escolas para atender e facilitar.

“De qualquer lugar, as pessoas podem fazer suas matrículas. Sentadinhas no sofá de casa, ou em uma lan house qualquer, e também, indo a uma escola onde tem um posto de matrícula, as pessoas podem fazer suas matrículas para qualquer outra escola da rede estadual, inclusive fora do seu atual município de residência, desde que se tenha todos os documentos e informações necessários”, finaliza Clendson Barreto.