file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Mulher é vítima de estupro coletivo na zona rural de Ibititá

Rodrigo de Castro Dias - 08 de Agosto de 2017 (atualizado 08/Ago/2017 14h17)

Indivíduos presos pela polícia militar em Ibititá

Crime ocorreu em povoado da zona rural de Ibititá (Reprodução)

Da Caraíbas FM

Dois homens foram presos e dois menores apreendidos na manhã desta terça-feira (8), suspeitos de estuprar uma mulher de 35 anos durante uma festa no povoado de Lagoa do Leite, localizado no município de Ibititá. Eles negaram o crime, mas foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Ibititá, e depois encaminhados para o Complexo Policial, em Irecê.

Segundo a polícia, o crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (7). A vítima relatou em depoimento que saiu da festa em companhia de José Maicon de Jesus Lima, 21 anos, que o conheceu durante a festa, quando os outros três suspeitos, José Romildo de Jesus, 25 anos; e os menores de iniciais G.C.J. e F.J.S. de 17 e 16 anos, respectivamente, que chegaram depois no local onde o ato aconteceu.

A vítima contou à polícia que foi imobilizada e amarrada, e depois estuprada por todos eles. 

"Dois dos autores confessaram a prática do crime, que participaram, mas dois negam terem cometido o estupro", explicou o delegado Ernandes Junior, que cuida do caso. Junior disse ainda que todos os suspeitos que participaram do estupro coletivo foram reconhecidos pela vítima.

O delegado responsável pelo caso afirmou que foram solicitados à justiça os pedidos de prisão preventiva e de internação para os adolescentes. Os suspeitos deverão responder pelo crime de estupro coletivo.