BRASIL

Modernização tecnológica no ramo de mototáxi, prevê projeto da Câmara

Cultura&Realidade - 08 de Julho de 2019 (atualizado 08/Jul/2019 17h54)

file-2019-07-08104614.992216-OKOKc129ecec-a186-11e9-9178-f23c917a2cda.jpg

Projeto de lei permite utilização de aplicativos por mototáxi - Foto: ilustração

Foi aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 7376/17, que permite a utilização de aplicativos para intermediação do transporte remunerado privado individual de passageiros por meio de mototáxi.  Tal projeto segue em tramitação e será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O objetivo do autor da proposta, deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), é adequar a prestação desse tipo de serviço às recentes mudanças tecnológicas ocorrida no mercado do transporte de passageiros.

O parecer do relator, deputado José Medeiros (Pode-MT), foi favorável ao projeto. “A intermediação entre prestadores de serviço e usuários já vem sendo realizada por meio de aplicativos no serviço regular de táxi e no serviço prestado por empresas como a Uber, a Cabify e a 99POP”, disse. “Não há, portanto, motivos para que essa facilidade não seja também incorporada ao serviço de mototáxi”, completou.

O texto insere a medida na Lei 12.009/09, que regulamenta o exercício das atividades dos mototáxistas.

Da redação, com conteúdo do Visão cidade