Saúde

Ministério da Saúde afirma que o município de Irecê registra baixo risco de infestação pelo Aedes Aegypti

João Gonçalves - 29 de Janeiro de 2019

file-2019-01-29154821.916686-Ministerio-da-Saude738eb12e-23f6-11e9-ad27-f23c917a2cda.jpg

Relatório do Ministério da Saúde reconhece em relatório, baixa infestação do Aedes em Irecê, fruto de ações preventivas de saneamento - Foto: Ilustração

Atualmente, a cidade de Irecê se encontra com índice de infestação de baixo risco para a ocorrência de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti, como Dengue, Zika e Chikungunya. Esta afirmação foi dada pelo Ministério da Saúde, ao publicar dados de relatório sobre os casos dessas doenças em todo o território nacional.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Dulce Nunes (foto), “o bom resultado se deve às obras de canalização de esgotamento, realizadas em todo o município, já chegando a mais de 5.000 metros, com destaque para o Shampoo Charme, a limpeza urbana e roçagem de terrenos baldios, além do empenho constante dos agentes de endemias e envolvimento da população que vem colaborando”, reconhece a secretária.

Durante entrevista de rádio nesta terça-feira, 29, Dulce reforçou que é necessário manter os cuidados. “Sabemos que as larvas do mosquito se reproduzem todos os dias e a infestação pode aumentar em pouco tempo, favorecendo a ocorrência de casos e até mesmo de surtos”, alerta.

Ainda de acordo com a secretária, as ações preventivas devem ser feitas principalmente nos domicílios onde se encontram a maioria dos criadouros. “É importante que cada um realize uma busca em seu quintal sobre todo e qualquer recipiente que tenha ou possa acumular água. A contribuição de todos é importante para nos mantermos longe do Aedes Aegypti”, disse.