Economia

Militares recebem auxílio emergencial de forma irregular, enquanto 17 milhões de pessoas ainda aguardam análise

Cultura&Realidade - 13 de Maio de 2020 (atualizado 13/Mai/2020 09h28)

file-2020-05-13092736.156109-Design_sem_nome_712092c41a-9515-11ea-b070-f23c917a2cda.jpg

O auxílio é uma forma de ajuda financeira para os trabalhadores que estão impedidos de exercer suas atividades laborais por conta do isolamento social - Foto: Ilustração

Enquanto 17 milhões de trabalhadores informais ainda estão com seus cadastros em ‘análise’ para o recebimento do auxílio emergencial de R$600, cerca de 190 mil militares receberam o benefício de forma irregular. O valor pago pelo governo federal é como forma de ajuda financeira para os trabalhadores que estão impedidos de exercer suas atividades laborais por conta do isolamento social.

Segundo informações publicadas no Correio Braziliense, dados do governo revelam que 189.695 militares da ativa receberam o auxílio emergencial, totalizando R$ 113.816.990,00. Em nota, o Ministério da Defesa informou ter identificado que militares vinculados à pasta receberam o benefício durante a pandemia e que iniciou uma investigação para apurar possíveis irregularidades no processo.

“O Ministério da Defesa informa que foi identificada, com o apoio do Ministério da Cidadania, a possibilidade de recebimento indevido de valores referentes ao auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal no período de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, por integrantes da folha de pagamentos deste Ministério”, diz a nota.

Fonte: Correio Brasiliense