file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

BRASIL

Mesmo cadeirante, agricultor trabalha duro: “enquanto estiver vivo, eu trabalho”

Cultura&Realidade - 02 de Janeiro de 2019 (atualizado 02/Jan/2019 15h32)

file-2019-01-02153023.246999-agricultor_cadeirante77778148-0ebc-11e9-9991-f23c917a2cda.jpg

Gerônimo Veras tem quase 80 anos e mesmo deficiente faz suas atividades de agricultor. Foto: Reprodução/TV Jangadeiro

Gerônimo Veras tem quase 80 anos, mora em Quixadá e sempre foi um homem trabalhador. Ele começou a luta na roça quando tinha apenas 9 anos de idade.

Após sofrer um acidente, Gerônimo passou a viver em uma cadeira de rodas, mas a ausência das pernas e um braço quebrado não o impediram de fazer o que mais gosta: trabalhar na agricultura.

Com uma enxada adaptada, ele consegue sozinho executar seu trabalho de agricultor. “Enquanto eu estiver vivo e com saúde, eu trabalho”.

Mesmo com dificuldade de se locomover, ele se recusa a receber ajuda. E a esposa de Gerônimo Veras não esconde o orgulho do marido guerreiro que tem. “Tenho muito orgulho dele”.

Da redação, com informações do site Tribuna do Ceará

 

Confira o vídeo: