file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Saúde

Médicos da rede estadual fazem paralisação nesta quinta e ameaçam greve geral

Rodrigo de Castro Dias - 04 de Abril de 2017 (atualizado 27/Jun/2017 11h53)

Foto: médicos da rede estadual tem lista de reivindicações ao governo (Reprodução)

Foto: médicos da rede estadual tem lista de reivindicações ao governo (Reprodução)

Do Bahia Notícias

Os servidores públicos estaduais da saúde realizam nesta quinta-feira (6) uma paralisação de advertência. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), o ato é uma preparação para uma greve geral, caso o governo não negocie a pauta geral de reivindicações: piso Fenam para médicos, reajuste retroativo das perdas inflacionárias 2015/2016, liberação de extensão de carga horária, regulamentação do adicional noturno, retomada da mesa de negociação setorial, realização de Concurso Público e destravamento do PCCV. O Sindimed orientou que as consultas, procedimentos e cirurgias eletivas sejam suspensos e remarcados para outra data. Já os casos de urgência e emergência devem ser atendidos. A adesão dos médicos ao movimento foi definida em assembleia no último dia 14, quando foi elaborada uma pauta de reivindicações específica da categoria para se somar à pauta geral dos servidores.