CORONAVÍRUS

Médico que atuou em Irecê no ano passado, morre por Covid-19, depois de ser socorrido por UTI aérea

Cultura&Realidade - 11 de Maio de 2020 (atualizado 11/Mai/2020 12h18)

file-2020-05-11073602.210162-ramom35d84de8-9373-11ea-b070-f23c917a2cda.jpg

Filho único, familiares se anteciparam à notícia na preparação da mãe, para a triste notícia - Foto: Redes sociais/Net

Natural da cidade de Jequié, o médico Ramon Barbosa, de 43 anos, foi mais uma vítima do novo coronavírus. O profissional, que atuava na linha de frente de combate a doença não resistiu às complicações provocadas pelo vírus e faleceu neste domingo (10), em Salvador. Ele atuava na sala vermelha do no Hospital Geral Prado Valadares e era plantonista no Hospital São Vicente, unidade de triagem da Covid-19. 

Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas publicou uma nota nas redes sociais lamentando o falecimento do médico. "É com grande pesar que recebi a notícia do falecimento do colega Ramon Barbosa, de 43 anos, que trabalhava na linha de frente da sala de emergência do Hospital Prado Valadares, em Jequié, vítima da COVID-19. Seu sacrifício não será esquecido", escreveu. 

O médico, que atuou em Irecê (UPA) no ano passado, chegou a ser transferido de Jequié para Salvador em uma UTI aérea, mas logo que chegou à capital, não resistiu, vindo a óbito.

A família do médico, que reside no bairro do Jequiezinho em Jequié foi comunicada e a mãe foi preparada para receber a notícia. Ramon era filho único.