file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Educação

MEC aprova curso de Direito em Irecê, através da FAI, que atendeu rigorosos critérios do órgão

João Gonçalves - 27 de Agosto de 2018 (atualizado 14/Set/2018 15h15)

file-2018-09-14151529.769886-FAI29793748-b84a-11e8-8738-f23c917a2cda.jpg

Diretor da FAI, Marcos, ladeado pela Professora Conceição Araújo Correia, os Professores Dr. André Luis Mattos e pela Profª. Dra. Juliana Ortiz, do MEC e Dr. Hebert Durães, Coordenador do Curso de Direito da FAI e Oberlan - Foto: Ascom/FAI

Entre os dias 13 e 14 de agosto, a equipe da FAI recebeu a visita de uma Comissão de Avaliação do Ministério da Educação (MEC) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), composta pelo Prof. Dr. André Luis Mattos e pela Profª. Dra. Juliana Ortiz. A comissão teve como objetivo avaliar a implantação do Curso de Direito pleiteado na FAI junto ao Ministério da Educação.

Ao longo de dois dias de visita, a Comissão analisou diversas variáveis, como corpo docente, infraestrutura e instalações, além dos recursos didático-pedagógicos disponíveis, identificando, ao término do processo, plenas condições da oferta do curso de Graduação em Direito, com a qualidade exigida pelo MEC, o que fez com que a FAI obtivesse o conceito final quatro, que varia de 1 à 5 e indica a situação dos cursos de graduação no país.

O curso de Direito da FAI tem sua estrutura, corpo docente e capacidade didática devidamente reconhecidas, apresentando um corpo docente formado por 90% de professores com Mestrado ou Doutorado, biblioteca física moderna e atualizada, núcleo de práticas jurídicas já em funcionamento, através das Unidades do CEJUSC (Pré-processual e Processual) e um projeto pedagógico inovador e alinhado com o contexto social do Território, onde a FAI se insere.

Para o Prof. Hebert Durães, Coordenador do Curso de Direito, a aprovação representa não só uma vitória institucional para a FAI, mas um ganho de enorme valia para todo o território de Irecê. "O curso de Direito da FAI será um grande divisor de águas para Irecê e região. Seja porque atrairá novos recursos para o Território, seja porque os nossos jovens, que desejam cursar a graduação em Direito, não precisarão mais sair de suas casas para realizar um sonho que outrora era tão distante. O curso de Direito da FAI ofertará a mesma qualidade que os bacharelados dos grandes centros", frisou o professor.

De Acordo com a Diretora Acadêmica da FAI, a Prof.ª Maria da Conceição Araújo, vencer mais essa etapa institucional coroa todo o esforço da equipe da Faculdade que, desde a elaboração do projeto até os mínimos detalhes da infraestrutura, pensaram tudo de maneira muito cuidadosa e dedicada. "A equipe não mediu esforços. Todos se empenharam para que tivéssemos o melhor resultado possível", disse a Conceição.

Com a avaliação positiva do MEC, o processo de autorização do Curso de Direito da FAI entra em sua fase final. Segundo informações da Direção da Instituição, a portaria deve ser publicada ainda em 2018 para a oferta de 100 vagas anuais. "Estamos muito felizes com esse resultado, a população do Território estava ansiosa pela oferta do Curso de Direito e sempre nos interpelavam sobre o prazo para oferta. O curso tem extrema relevância para o desenvolvimento da região, dessa forma, a FAI continua cumprindo sua missão institucional", afirmou o Prof. Marcos Carvalho, Diretor Geral da FAI.