Irecê e Região

Jussara intensifica medidas de segurança contra o coronavírus: "nosso compromisso é com a vida", diz prefeito

Cultura&Realidade - 07 de Abril de 2020 (atualizado 07/Abr/2020 13h55)

file-2020-04-07131736.908172-jussara4b978d58-78eb-11ea-9b89-f23c917a2cda.jpg

Prefeito Hailton Dias: As crises social e econômica existem e vai piorar para todos, mas se estivermos com vida e saúde, tudo se recupera - Foto: Ilustração

O prefeito Hailton Dias, do município de Jussara, publicou nesta segunda-feira, 6, o decreto de número 381/2020, que redefine as medidas protetivas à população de Jussara, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde e das autoridades em saúde pública da Bahia e do Ministéri da Saúde.

"A nossa missão é agir com o propósito de proteger o povo de Jussara. O coronavírus, está comprovado, é rápido e mortal e duas pessoas contaminadas podem contaminar até 5 outras, que podem gerar uma infestação em massa em nosso nosso município e não há estrutura para acolher as pessoas com esta doença, quando as mesmas necessitarem ser hospitalizadas. Em nenhum lugar do mundo, nem nos Estados Unidos, nem na Europa, nem no Brasil, há estrutura de saúde para socorrer tantos doentes de uma só vez. Assim não fosse, nã haveria milhares de mortos nestas nações. No Equador as pessoas estão morrendo nas ruas e os parentes abandonando, ou queimando seus corpos nas vias públicas para que não contaminem mais ainda. Não queremos ver isso perto da gente. Da parte do nosso governo, vamos fazer de tudo para que isso seja evitado. As crises social e econômica existem e vai piorar para todos, mas se estivermos com vida e saúde, tudo se recupera. Vamos de mãos dadas, solidariamente, cooperando, todos juntos para vencermos esta batalha. Que possamos, em breves dias, festejar e nos abraçar, celebrando a vida", disse o prefeito em tom bastante emocionado.

O município definiu como essenciais, apenas as seguintes atividades comerciais e de prestação de serviços: consultórios médicos e odontológicos para serviços de emergência, laboratórios de análises clínica, clínicas de fisioterapia, distribuidoras e revendedoras de água e gás, postos de combustíveis, padarias, clínicas veterinárias, lojas de produtos para animais, açougues, supermercados/congêneres, farmácias, oficinas, autopeças e casa de material de construção.

Para que os empreendimentos possam desenvolver suas atividades, terão que cumprir regras de prevenção, como barreira na porta; funcionários com máscara, álcool em gel para funcionários e clientes, e, caso haja extrema necessidade de o cliente adentrar o recinto, só serão permitidas duas pessoas ao mesmo tempo, sem acompanhantes.

Os serviços de bares, restaurantes e quaisquer outros tipos de estabelecimentos, continuarão a funcionar apenas em modo delivery.

Ainda segundo decreto, não heverá feira livre no próximo sábado, dia 11. No entanto, as barracas cadastradas para comercialização de frutas e verduras, de produtores do município, poderão comercializar seus produtos na quarta-feira, 8 e quinta-feira, 9 na Praça JK, mantendo uma distância mínima de 10m, entre as bancas.

“Considerando a expectativa de grande movimentação em Irecê, por ocasião da abertura, mesmo que progressiva, dos setores de comércio e prestação de serviços, estamos mantendo suspensos os serviços de transporte de passageiros, de modo a reduzir, ao máximo possível, que residentes em Jussara se destinem a Irecê neste momento. Temos uma grande quantidade de pessoas que estão na região, vindas de cidades com elevado índice de proliferação da doença. O risco é muito grande. Devemos minimizá-lo o quanto possível”, explicou o secretário de governo, Emanuel Rocha.