file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Geral

Jovem baiana com paralisia cerebral realiza campanha para publicar livro autobiográfico

Rodrigo de Castro Dias - 15 de Agosto de 2017

Ellyse Pepê trabalhando em seu livro

Jovem Ellyse Pepê, vítima de paralisia infantil, trabalhou o ano inteiro no seu livro (Reprodução/A Tarde)

Redação Cultura&Realidade

Ellyse Pêpe nasceu com paralisia cerebral em função de um acidente de carro, em um rio, quando sua mãe estava no sétimo mês de gravidez. Anos depois decidiu contar todas as dificuldades enfrentadas e mostrar um exemplo de superação para as pessoas. Assim, ela se pôs a escrever um livro após a conclusão do ensino médio.

Se utilizando dos meios disponíveis, Ellyse dedicou quase um ano de trabalho ao livro, onde aborda questões como bullying, acessibilidade, aprendizagem, relações sociais, amizades, desafios e aventuras vividas por ela.

A obra, intitulada Autobiografia de Ellyse Pepê, ainda tem como propósito de alertar e orientar os profissionais como se deve atender pessoas que possui algum tipo de necessidade especial. Porém, a jovem baiana necessita custear os custos para o processo de produção e divulgação do livro e está com uma campanha de financiamento coletivo. 

A campanha, lançada no mês de julho, até o momento arrecadou pouco mais de 3% do total pretendido. Os interessados podem ajudam Ellyse a realizar este sonho através da compra de uma cota de contribuição em dinheiro na campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) aberta no Kickante (clique para visitar).