file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Politica

Irecê: vereadores da oposição protocolam pedido de criação de CPI contra gestão Elmo Vaz

Rodrigo de Castro Dias - 19 de Maio de 2017 (atualizado 20/Jun/2017 14h23)

O grupo pede investigação nas contratações de servidores e pagamento de gratificações praticadas pela atual gestão; a oposição enxerga irregularidades.

Foto: Câmara Municipal decidirá na semana que vem se aceita ou não pedido de criação de CPI (Reprodução/Caraíbas FM)

Foto: Câmara Municipal decidirá na semana que vem se aceita ou não pedido de criação de CPI (Reprodução/Caraíbas FM)

Redação Cultura&Realidade - Por Rodrigo de Castro Dias

Poderemos ter, em breve, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada no município de Irecê. Tudo porquê o grupo de vereadores da oposição pediu ao presidente da Câmara Municipal que seja aberta uma investigação para apurar supostas irregularidades cometidas pela administração pública municipal na contratação de servidores e pagamento de gratificações.

No requerimento de criação da CPI protocolado na diretoria da Câmara no último dia 15 de maio, os vereadores Toinho do Judô (PRB), Consuelo Dourado (PSDB), Espedito Moreira (PTN), José Irisvan de Souza (PSD), Leonardo da Silva (PTN), Margarida Cardoso (PTN) e Valdereis Ferreira (PSD) justificam o pedido de investigação alegando que a prefeitura realizou pagamentos de gratificações em desconformidade com o Decreto 002/2017, que suspendeu "por pelo menos 90 dias as gratificações ou equivalentes dos cargos em comissão e funções de confiança".

Os vereadores da oposição apontam também a existencia de "prováveis" irregularidades na contratação de servidores, contudo sem indicar elementos que sirvam como ponto de partida para as investigações caso o pedido seja acatado pelo presidente da casa, o vereador Figueiredo (PSB). Em contato com o Cultura&Realidade, o presidente da Câmara afirmou que vai apreciar o pedido na segunda-feira (22), e então encaminhar para apreciação no plenário.

O líder do governo na Câmara Municipal, Tertuliano Libório (PTB), disse que só quando fizer a leitura do pedido de criação da CPI poderá se manifestar sobre as alegações da oposição, o que deverá acontecer na semana que vem. "Não há o que comentar, pois eu ainda não tive acesso ao documento. Vamos esperar a leitura (do pedido) em plenário para qualquer posicionamento", afirma.  

Pedido de criação da CPI assinado pela oposição:

oposição encaminha pedido de criação de cpi contra elmo vaz

pedido de criação de cpi contra governo elmo vaz