file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Irecê se mobiliza em prol da Chapada Diamantina; veja como participar

16 de Novembro de 2015

fogo1.jpg [caption id="attachment_3010" align="aligncenter" width="500"]Foto: Reprodução / Chapada Notícias Foto: Reprodução / Chapada Notícias[/caption] É dramática a atual situação do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Durante cinco dias o fogo se alastra destruindo a vegetação nativa.  Este é o segundo grande incêndio registrado no parque em três meses, o último ocorreu em setembro e só foi controlado após uma semana de destruição. Especialistas apontam que é o maior desastre ecológico da Chapada dos últimos anos. As chamas já chegaram perto das casas de famílias agricultoras, forçando seus moradores a saírem dos seus lares. A população de algumas localidades está tendo dificuldade pra respirar por conta da fumaça. Cerca de 70 brigadistas e voluntários estão trabalhando dia e noite para tentar conter o fogo, mas estão precisando de mantimentos e equipamentos de proteção individual. De acordo com César Gonçalves, chefe-substituto do Parque Nacional, “o fogo tem várias frentes, que vai desde a localidade de Campos de São João, em Palmeiras, até a região próxima ao Barro Branco, na cidade de Lençóis. Alguns focos de incêndio também atingem o município de Ibicoara e as regiões do Vale do Capão e do Rio Mucugezinho, localizado na divisa entre Lençóis e Palmeiras. A situação é dramática”. O secretário de Meio Ambiente da Bahia (Sema), Eugênio Spengler, e o comandante do Corpo de Bombeiros, Francisco Telles, estão no local acompanhando situação de perto. “O grupo que combate o incêndio na região do Parque Nacional da Chapada Diamantina já conta com o apoio de dez aeronaves”. Informou o secretário. Por conta desta triste situação na Chapada Diamantina, várias pessoas da cidade de Irecê estão se mobilizando para arrecadar mantimentos em prol da causa. De hoje até quarta-feira (18), vários pontos de arrecadação estarão de portas abertas para receber os mantimentos que serão enviados aos brigadistas voluntários. A necessidade maior é de água potável, alimentos, pilhas, botas, abafadores, lanternas e qualquer outra doação que possa ajudar os brigadistas. Pontos de coleta: Tapiocaria Vó Anália - Praça do Feijão; Casa Kahlo - Rua Morro do Chapéu, 583; Iredil - Avenida Santos lopes; Oficina Check – Up - Avenida Santos Lopes; Companhia do Churrasco - Rua Rosa Lopes Soares, 214. Para doar dinheiro (qualquer valor), pode ser depositado na conta abaixo: BANCO DO BRASIL AG: 0251-8 C/C: 12619-5 Brigada de Resgate Ambiental de Lençóis