file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Instituto é proibido de divulgar pesquisa em João Dourado após suspeita de fraude

22 de Setembro de 2016

ZZZZZZZZZZZZZZZZZ-pesquisa-eleitoral.jpg zzzzzzzzzzzzzzzzz-pesquisa-eleitoralDa Líder Notícias
O instituto de pesquisa Compet Consultoria Marketing, Pesquisas e Treinamentos LTDA foi proibido de divulgar uma pesquisa eleitoral feita no município de João Dourado, na Bahia, após uma suspeita de fraude no levantamento.
A decisão foi proferida pelo juiz eleitoral Leandro Ferreira de Moraes. De acordo com o magistrado, o a Compet atribuiu a uma pessoa o pedido da pesquisa. No entanto, o suposto contratante arguiu que nunca fez o pedido. A pesquisa eleitoral custou R$ 12 mil.
A pesquisa seria divulgada nesta quinta-feira (21). Porém, com a liminar, foi barrada. Com o imbróglio, a coligação “É hora de Mudar”, composta por PT, PCdoB PDT, PP, PPS e PSB, ingressaram com o pedido de impugnação, que foi deferido pelo juiz.