file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

IFBA Irecê sedia mutirão da Justiça Federal

Alles Alves - 02 de Junho de 2017 (atualizado 19/Jun/2017 17h39)

Evento foi coordenado pela Subseção Judiciária de Irecê

Foto: Evento foi coordenado pela Subseção Judiciária de Irecê (Reprodução)

Foto: Reprodução

Do Portal IFBA

O Campus Irecê do IFBA sediou, entre os dias 22 a 26 de maio, mutirão de audiências de instrução e julgamento da Subseção Judiciária de Irecê. O Evento promovido pela Justiça Federal, coordenado pela referida Subseção Judiciária, na pessoa do Exmº Sr. Dr. Juiz Federal Gilberto Pimentel de Mendonça Gomes, contou com participação de 6 (seis) Magistrados, do Procurador da República Dr. Mário Albuquerque de Castro, além de 12 (doze) procuradores do INSS, representante da Procuradoria Federal, Diretor e demais servidores da Subseção Judiciária de Irecê.

A região de Irecê, que conta com mais de 20 municípios, enfrenta um período muito delicado em virtude da falta de chuvas. Por sua característica predominantemente agropecuária esse contexto tem deixado muitas pessoas em situação de extrema necessidade. Muitas delas vêm lutando para ter os seus direitos de segurados garantidos. Através deste mutirão a Justiça Federal pôde propiciar maior agilidade no julgamento de processos outrora negados pelo INSS, permitindo a essa população que seus direitos fossem ratificados com maior rapidez.

O Evento teve um notável reconhecimento pela classe judiciária, representantes do INSS e população da região por sua agilidade e resultados obtidos. Dos cerca de 1500 processos analisados, 62% foram solucionados através de acordos ou julgados procedentes. Isso gerou para as partes autoras um montante em Requisição de Pequeno Valor - RPV no valor de 13. 117,080,05.

O Diretor-Geral do Campus, Prof. Robério Batista ressaltou o compromisso do Campus em manter as portas abertas para atividades dessa natureza, visando contribuir para o desenvolvimento local. “Apesar de não termos nos envolvido diretamente, reconhecemos a importância de ceder nossas instalações e dar o apoio necessário para sucesso do mutirão. Também é nosso pepel contribuir dessa forma com algo tão positivo para a Região”