IRECÊ

Grave acidente resulta na morte do jovem veterinário, Lucas Brito, na manhã deste sábado

Cultura&Realidade - 05 de Outubro de 2019

file-2019-10-05123203.774260-lucas481939bc-e785-11e9-b653-f23c917a2cda.jpg

Lucas Brito (no destaque) foi vítima de uma camionete que trafegou na contramão - Foto: Print de vídeo de transeuntes.

Em grave acidente, na manhã deste sábado, 5, próximo ao contorno de Serra Preta, faleceu o jovem médico veterinário Lucas Brito Dourado, 29 anos , filho do gestor em Recursos Humanos da Prefeitura de Irecê, Jaques Brito Dourado e da professora Cláudia Castro de Brito Dourado.

Lucas atuava na clínica AMEVI – Atendimentos Médicos Veterinários de Irecê, do seu tio Overlaque Dourado e era também consultor do Sistema Faeb/Senar.

Bastante promissor na sua profissão, Lucas era muito bem relacionado em todos os seus espaços de relações pessoais e profissionais. As informações do trágico acidente deixou todos que o conhecia transtornados.

As primeiras informações dão conta de que uma camionete avançou pela contramão, colidindo frontalmente com o Kia Ceratto de Lucas, que veio a óbito instantaneamente. O condutor da pick-up nada sofre de grave. A perícia técnica iniciou a investigação, mas ainda não divulgou nenhuma informação.

Ainda não há informações de quando o corpo chegará a Irecê, nem o rito funerário. Também ainda não foi informado se ele estava só no veículo.

O coordenador do Sistema Faeb/Senar no Território de Irecê, João Gonçalves, lamentou a morte do jovem veterinário. “Nos conhecemos a pouco tempo, durante a apresentação do grupo de 30 técnicos que o sistema está contratando para assegurar assistência técnicas para agricultores e criadores do Território de Irecê. Tratava-se de um jovem de uma capacidade enorme de interlocução e apresentação das suas habilidades técnicas. A região perde um sujeito muito qualificado”, manifestou o representante do sistema em Irecê.

Da Redação