Comportamento

Foto de indígena amamentando em Alter do Chão é premiada em concurso latino-americano

Cultura&Realidade - 13 de Dezembro de 2019

file-2019-12-13094503.572564-Sem_titulo-162187236-1da6-11ea-b070-f23c917a2cda.jpg

A foto foi premiada em 4º lugar na categoria retratos.- Foto: Lumion Fotografia/Divulgação

 

 

Registro foi feito em setembro de 2019 durante um ensaio de mãe da etnia Borari e a filha. Fotografia ficou em 4º lugar do concurso Amarelos, na categoria retratos.

Um momento único, íntimo e que representa a essência do amor. Foi capturando o registro fotográfico de uma mãe indígena amamentando a filha à beira do rio, na praia de Alter do Chão, que dois fotógrafos de Santarém, no oeste do Pará, foram premiados em um concurso latino-americano de fotografia de família. O resultado foi divulgado no site da comunidade Amarelos.

A cena foi capturada pelas lentes do casal Bárbara Pereira e Naum Almeida em setembro de 2019, durante o ensaio fotográfico da indígena da etnia Borari, Larissa Borari que já havia feito outro ensaio durante a gravidez, e filha Jawara, à época com um ano.

De acordo com Bárbara, Larissa queria levar a essência do amor de mãe e da força indígena à cena a ser registrada. “Fotografar momentos como esse, para nós, é gerar e demonstrar a conexão entre quem estamos fotografando e a identidade daquelas pessoas, queremos mostrar o que vemos de melhor nelas e proporcionar uma experiência agradável, de apreciação e atenção entre aquelas pessoas que estamos retratando”, disse.

A foto foi premiada em 4º lugar na categoria retratos. Bárbara e o namorado Naum Almeida submeteram nove fotos em duas categorias do concurso, tendo como premiada a que mostra o amor maternal.

Este é o primeiro concurso e o prêmio do jovem casal fotógrafo. “Eu já conhecia a comunidade e fiquei aguardando eles abrirem um novo round para poder enviar a fotografia, estava com poucas expectativas mas felizmente fomos premiados em uma foto”, ressaltou Bárbara.

Para o fotógrafo Naum, receber o anúncio da primeira premiação profissional de reconhecimento foi uma sensação indescritível. “A gente sempre busca essa questão da fotografia artística e expressiva, e ter esse reconhecimento foi maravilhoso”, completou.

Da Redação com informações do G1.