file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Firmeza dos comerciários de Irecê assegura reajuste de 9,9%

22 de Janeiro de 2016

comerciarios2.jpg [caption id="attachment_3590" align="aligncenter" width="500"]Foto: Reprodução / Federação dos Comerciários da Bahia Foto: Reprodução / Federação dos Comerciários da Bahia[/caption] Ações no comércio e firmeza da diretoria na mesa negociações asseguraram reajustes acima de 9% para os comerciários de Irecê. O Sindicato dos Comerciários de Irecê e Região (SECIR) assinou a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com os empresários nesta quarta-feira, 20. O piso salarial passou para R$ 914,01, significando um aumento de 9,9%. Para quem ganha acima, o reajuste foi de 9%. Vale lembrar que a inflação do período representou 6,73%. A categoria obteve outros benefícios, como alimentação de R$ 15,26 para quem viaja a serviço da empresa. Agora, o valor para o trabalho aos domingos será de R$ 52,27. As empresas também são obrigadas a garantir água potável para os funcionários. Outra importante conquista foi o novo valor da multa para a empresa que descumprir qualquer cláusula da Convenção Coletiva. São dois pisos salariais, equivalendo a R$ 1.828,02. As conquistas valem a partir desse mês de janeiro, em função da alteração da data-base, que era em abril. Para o presidente do SECIR, Rafael Sydartha, o resultado geral representa um grande avanço, especialmente pelos ganhos reais acima da inflação. “Vemos outras categorias assinando acordos com apenas a inflação, ou abaixo. Conseguir 3% acima é algo muito positivo. A mudança da data-base foi importante por conta do aumento do salário mínimo, sempre em janeiro. Além disso, o novo valor da multa também inibirá o descumprimento da CCT”, celebra, afirmando que a luta só começou em 2016.