file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Geral

Festival Gastronômico 'Paladares do Sertão' é apresentado a produtores da caprinovinocultura

Cultura&Realidade - 14 de Setembro de 2017 (atualizado 14/Set/2017 17h18)

file-2017-09-14155409.659455-produtores1775b314-997e-11e7-97a4-f23c917a2cda.jpg

Foto: produtores de caprinos e ovinos conheceram o projeto do festival gastronômico Paladares do Sertão (Arquivo/CDL)

Reunião faz parte do processo de preparação do evento, que acontece no final de novembro

 

Ascom/CDL - As entidades organizadoras do 1º Festival Gastronômico de Cordeiros e Cabritos de Irecê, o Paladares do Sertão, se reuniram na manhã desta terça-feira (12), no auditório da Associação de Pecuaristas da Região de Irecê (APRIR) no Parque de Exposições, para conversar com criadores e produtores da caprinovinocultura da região no intuito de apresentar o projeto do festival e firmar parcerias com a classe para a realização do evento.

 

A Câmara de Dirigentes Logistas (CDL/Irecê) e a Prefeitura de Irecê, na condição de anfitriãs, acolheu o público com uma explanação do projeto do festival, que promete envolver toda a cadeia produtiva da caprinocultura, desde o criador até o consumidor final, passando pelos açougues e estabelecimentos do setor de alimentação. 

 

"Os produtores que criam os animais estão na base do evento, são parte fundamental do projeto. Nosso objetivo aqui na reunião é sensibiliza-los para que eles entendam e abracem o evento, que tem tudo para fortalecer toda a cadeia produtiva e levar o nome e a cultura gastronômica de Irecê para outro patamar de reconhecimento", afirmou o Secretário de Indústria e Comércio de Irecê, Pedro Sodré. Por sua vez, o Secretário de Agricultura, Arestides Dourado (Borisco), enfatizou que o poder público municipal está dando todo o apoio necessário ao evento. "Nós, da Prefeitura de Irecê, estamos engajados firmemente na construção desse festival, e contamos que será um sucesso", disse.

 

Para o presidente da CDL/Irecê, João Marlon, um dos maiores objetivos da reunião foi para mostrar aos criadores o potencial do evento. "Temos aqui na região muita gente com bastante experiência na criação de caprinos e ovinos, e a ideia desse festival nasceu justamente da ideia de fortaceler essa turma, tanto do ponto de vista técnico quanto do comercial", afirma Marlon, ele próprio um criador de ovelhas da raça Dorper.

 

Além dos representantes das entidades organizadoras e apoiadoras do festival (CDL, Prefeitura de Irecê, ACE, APRIR, Sebrae, Senac, SINCOM, SINPRI e FAEB), produtores e criadores, a reunião contou também com representantes do Banco do Nordeste.   

 

Os produtores demonstraram entusiasmo com a proposta do evento, mas também naturais dúvidas sobre o formato. O criador Vanderlan, que é presidente da Cooperativa dos Empreendedores Rurais de Jussara (Coperj), ressaltou que é preciso buscar mais apoio para fortalecer os criadores, e que é preciso haver mais agentes multiplicadores. "Para esse festival começar forte, é preciso que se tenha mais multiplicadores para sensibilizar as pessoas para a importância de um evento como esse", afirmou.

 

Já o ex-prefeito de Ibipeba e também criador de caprinos, Jovino Soares, foi todo entusiasmo ao falar sobre o festival. "Eu boto a maior fé nos nossos produtores rurais e nesse evento, que tem tudo para dar certo. Inclusive, é uma grande oportunidade para ajudar o setor a enfrentar essa crise que está aí", enfatizou.

Ascom/CDL