IRECÊ

Exames do paciente suspeito de portador do Coronavírus em Irecê, deram negativo

Cultura&Realidade - 13 de Março de 2020 (atualizado 13/Mar/2020 19h24)

file-2020-03-13191113.671851-dulce8d70fd36-6577-11ea-9325-f23c917a2cda.jpg

Dulce Barreto, feliz com os resultados dos exames do único caso suspeito, até o momento, em Irecê, para o Coronavírus - Foto: Divulgação

A Secretária de Saúde de Irecê, Dulce Barreto, informou, no final da tarde desta sexta-feira, 13, os resultados dos exames realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado da Bahia – Lacen, prova e contraprova, cujos resultados deram negativo para o único caso suspeito, até o momento, na cidade de Irecê.

A informação se revelou um grande alívio para toda a região, que se encontrava ansiosa pela notícia.

Em nota à população, a secretária ressalta que todas as medidas técnicas para a notificação de casos suspeitos, bem como a capacitação para a identificação e condução, estão sendo tomadas com base no fluxo elaborado pela Vigilância Sanitária Municipal, conforme os protocolos orientados pelo Ministério da Saúde.

Por telefone, Dulce falou ao site Cultura&Realidade: “a notícia do resultado dos exames alivia todos nós neste primeiro momento. Porém, não podemos perder de vista o problema. O vírus pode surgir a qualquer momento, em qualquer lugar, em qualquer pessoa. Temos de estar alertas o tempo todo. Todos os profissionais da rede municipal e estadual de saúde, bem como as unidades de atendimento estão atentos aos sinais do coronavírus, para a adoção de todas as orientações dadas pelos protocolos do Ministério da Saúde”, alerta a secretária.

Ela salientou ainda que a colaboração da população, em não repassar fake News sobre a pandemia e na dúvida, buscar informações de fontes oficiais, como nos sites da prefeitura, da secretaria estadual de saúde e do ministério da saúde, é de fundamental importância. “A boa informação é uma grande parceira para prevenirmos contra a disseminação do vírus”, orienta.

Ainda de acordo com anota, “também, a Vigilância Sanitária Municipal ratifica o disposto na Lei Estadual nº 13.706/2017, determinando a obrigatoriedade da disponibilização de dispensador de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais na cidade”.

Por fim, a nota emitida pela prefeitura reforça: “tendo em vista a situação reconhecida de PANDEMIA, reforçamos as orientações de precauções que devem ser seguidas por todos, como:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos;

- Higienizar as mãos com álcool gel 70%;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não higienizadas;

- Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir;

- Manter os ambientes bem ventilados;

- Limpar e higienizar os objetos eletrônicos de grande circulação e contato com superfícies (como aparelhos celulares) e superfícies tocadas com frequência;

- Não compartilhar objetos pessoais (copos, talheres, etc);

- Evitar aglomerações.”

Da Redação