file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Ex-prefeito Zé das Virgens desafia a atual gestão ireceense

07 de Outubro de 2015

zé.jpg zé O ex-prefeito de Irecê José Carlos Dourado das Virgens (PT) acabou de ser entrevistado no “Grande Jornal Falado” da rádio Caraíbas FM.  Inquirido pelos radialistas Zé Bastos, Fernanda Dourado e André Luiz, ele disse que deixou mais de R$ 4 milhões nas contas da prefeitura para o pagamento de empenhos diversos de produtos e serviços contratados na última fase do seu governo. Desafiado a comparar o governo que liderou com o do atual prefeito Luizinho Sobral, ele disse que não tem como comparar. “Nosso governo foi bem melhor. Tivemos a maior conquista em obras da história da República para Irecê. Foram obras importantes. Concluímos algumas a  exemplo de mais de 100 ruas asfaltadas, construção de casas do programa “Minha Casa, Minha Vida” e dezenas de outras obras iniciadas e/ou contratadas, para as quais deixamos dinheiro na conta. Agora me mostrem uma obra conquistada pelo atual prefeito”, desafiou, salientando que se for comparar obras com recursos próprios bate no prefeito Luizinho Sobral e que se for comparar com obras conquistadas junto aos governos estadual e federal a surra é ainda maior. Sobre a sucessão prevista com as eleições do ano que vem, Zé das Virgens disse que está pronto para disputar e ganhar as eleições, mas que está disposto a apoiar algum candidato que reúna as condições para superar o que ele chamou de retrocesso, que, pelo que disse, é a permanência da atual gestão. Ele encerrou a entrevista convidando os ouvintes para participarem da solenidade da entrega de 452 casas do programa “Minha Casa, Minha  Vida”, com a presença da ministra do desenvolvimento social Tereza Campello, logo mais às 15h. “Esta é mais uma fase das casas resultantes de obras que deixamos contratadas e tem mais de 1.000 novas casas, cujas obras,  também já se encontram contratadas junto às empresas”, disse ele, desdenhando das viagens de Luizinho a Brasília, que o prefeito diz que vai requerer recursos federais. “Conversa para boi dormir. O atual prefeito não tem uma obra conquistada pela sua gestão”, disse Zé das Virgens.