Educação

Estudante de Xique-Xique apresenta projeto na Feira Baiana de Agricultura Familiar e Economia Solidária

Cultura&Realidade - 02 de Dezembro de 2019 (atualizado 02/Dez/2019 10h11)

file-2019-12-02090906.998646-xx8a220e20-14fc-11ea-bf2b-f23c917a2cda.jpg

No encontro sobre Educação Integral, Profissional e Tecnológica, os participantes conheceram a modelagem do ensino Profissional e Tecnológico da Austrália. - Foto: Ascom SEE-BA


O público visitante da 10ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária (FEBAFES), que aconteceu até domingo (1º), no Parque de Exposições de Salvador, conferiu, na última sexta-feira (29), atividades como o III Simpósio de Pesquisas e Experiências em Agricultura Familiar, organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e o “Encontro de Educação Integral, Profissional e Tecnológica: a modelagem australiana em debate”. As duas atividades, realizadas em auditórios localizados no âmbito da feira, tiveram como um dos temas abordados a Educação Profissional e Tecnológica.

Durante o simpósio, o superintendente de Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Ezequiel Westphal, fez uma apresentação sobre o tema “Educação Profissional e Tecnológica na Bahia: desafios e perspectivas de formação na atualidade”. “A Educação Profissional na Bahia está presente nos 27 Territórios de Identidade e nós passamos a ter duas ofertas grandes: o Ensino Médio Integrado à Educação Profissional e a Tecnológica, que caracteriza a nossa política para a juventude, acima de tudo, os jovens do campo e da cidade. Passamos a ter também o nosso PROEJA e que caracteriza, junto com a Educação de Jovens e Adultos (EJA), o nosso compromisso com jovens e adultos no processo de ensino e escolarização. Nós temos hoje, mais de 90 mil jovens matriculados na Educação Profissional e Tecnológica, em 46 Centro Territoriais de Educação Profissional (CETEPs) e 35 Centros Estadual de Educação Profissional (CEEPs)”, destacou.

 

O simpósio também contou com o protagonismo estudantil. O estudante Oséias Ribeiro da Silva, 17 anos, do curso técnico em Agropecuária do Centro de Educação Profissional (CEEP) em Recursos Naturais do Centro Baiano, localizado em Xique-xique, apresentou o projeto “Arte ribeirinha: vivência e valorização da cultura local”. “O nosso projeto tem o objetivo de fazer com que o artesanato e a arte dos ribeirinhos sejam mais valorizados, pois são muito talentosos e precisam ser reconhecidos regionalmente”, afirmou.


Também participaram do simpósio o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes; o pró-reitor de Extensão do IFbaiano, Rafael Trócoli; o representante das Escolas Família Agrícola da Bahia, Tiago Pereira; e o coordenador executivo da Casa Civil, Almerico Biondi; que debateram sobre a relação entre a oferta de cursos de Educação Profissional e as demandas da Agricultura Familiar nos territórios.

No encontro sobre Educação Integral, Profissional e Tecnológica, os participantes conheceram a modelagem do ensino Profissional e Tecnológico da Austrália através de uma apresentação do diretor geral da William Angliss Institute, Bruce Bradfield. “Na Austrália, nós também passamos por um processo de reforma e, por isso, nós podemos compartilhar a experiência australiana da reforma do sistema educacional com essa dinâmica de inserção econômica e produtiva da população e, também, podemos ajudar a Bahia neste processo”, comentou.

Fonte: Ascom - Secretaria da Educação do Estado da Bahia