Irecê e Região

Equipamento histórico retorna ao seu local de origem, na praça do feijão

Cultura&Realidade - 16 de Junho de 2019

file-2019-06-16110124.853554-5d064405d32c33a64d58a-903f-11e9-9efe-f23c917a2cda.jpg

Escultura de um agricultor em homenagem à família Dourado. Foto: Rui Dourado

Após ter sido e arrancado e largado pela gestão do ex-prefeito Luizinho Sobral, um símbolo da cultura imaterial de Irecê, que representa o princípio do seu desenvolvimento econômico, o primeiro arado de tração animal a chegar em Irecê, finalmente voltou ao seu local de origem, a Praça Francisco M. Dourado, a famosa Praça do Feijão. 

O equipamento foi recuperado e ganhou um elemento bastante importante, uma escultura de um agricultor em homenagem à família Dourado, esculpida pelo artista Jailson Paiva.

"Colocamos esse arado de volta ao local de onde ele nunca deveria ter saído, porque a cultura do nosso povo tem de ser respeitada e preservada ", disse o prefeito Elmo Vaz.

O arado é considerado um dos monumentos mais históricos de Irecê, sendo utilizado durante décadas por agricultores na intensificação da produção agrícola nas terras férteis da cidade, que chegou a ser conhecida nacionalmente como a “Capital do Feijão”.

Da redação, com informações da ASCOM/PMI