file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Economia

Publieditorial

Em plena crise, jovem ireceense aposta na reinvenção para desbravar um novo negócio

Tamires de Castro - 29 de Agosto de 2017 (atualizado 29/Ago/2017 10h40)

Bronzeamento natural em Irecê.

Antes trabalhando com a mãe em outro ramo, Milena buscou especialização em outro estado e retornou para explorar um novo segmento em Irecê (Ueriston Machado)

Por Tamires de Castro e Rodrigo de Castro Dias, com colaboração de Ales Alves

Os indicadores econômicos do Brasil apresentaram, nos últimos tempos, seus piores resultados. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2016 o Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 3,6%, o pior resultado registrado entre as 20 maiores economias mundiais. Situação contrastante com a que vivíamos há sete anos, quando registramos um expressivo crescimento de 7,5% em 2010.

E são as classes econômicas de menor renda, a exemplo das classes C, D e E, que sofrem de forma mais intensa os efeitos da recessão econômica dos últimos anos. Muitos brasileiros se viram obrigados a fazer adaptações nos seus padrões de consumo, evitando gastos considerados supérfluos e buscando economizar nas despesas básicas.

O setor de comércio e serviços, por sua vez, sofre diretamente os efeitos da queda do poder de compra das classes C, D e E, que juntas representam 68% da população brasileira, segundo dados do Critério Brasil, classificação de renda utilizada pela Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep).

Com menos gente comprando, as vendas caem junto com o faturamento, o que acarreta mais desemprego e menos gente em condições de comprar. Um ciclo vicioso de arrocho.

Em meio a um cenário tão complicado, como sobreviver, ou mesmo entrar no mercado, oferecendo produtos ou serviços não considerados essenciais? Apesar das dificuldades, existem empreendedores obtendo sucesso em Irecê em segmentos considerados difíceis de atuar em épocas de recessão.

Em 2013, a hoje personal bronze Milena Santos, proprietária do Espaço Milena Bronze, trabalhava com sua mãe, a empresária Graciene Xavier, da lanchonete Graça Lanches. Na época, ela percebeu que existia uma lacuna não preenchida no campo do bronzeamento natural na região.

Decidindo apostar em um negócio próprio, no mesmo ano Milena foi passar uma temporada em Goiânia. Buscou especializações, conheceu a dinâmica do segmento e voltou a Irecê com o desejo de testar a receptividade do público local com o serviço que passou a oferecer.

“Comecei a atender a domicilio, mas meu desejo e força de vontade queria mais e mais”, conta Milena, que no início atendia no quintal de casa. “Aluguei um espaço, pois a clientela necessitava de um lugar em que elas ficassem mais a vontade”.

Ainda nos primeiros meses do seu novo negócio, Milena precisou dar um tempo com o trabalho, graças à chegada da filha, ainda em 2015. “A vida nos pega de surpresa. Tive que parar porque acabou chegando um grande presente na minha vida, a minha princesa”, conta ela. Assim que a pequena Laura completou três meses, a empreendedora voltou ao trabalho, disposta a desenvolver o seu serviço.

Com o passar do tempo, a marca Milena Bronze se fortaleceu graças ao aprimoramento de suas técnicas e o investimento em marketing, principalmente através das redes sociais. Segundo Milena, hoje a sua empresa atende clientes de toda a região de Irecê, que se deslocam até a cidade em busca de um up estético.

Bronzeamento natural ganha cada vez mais adeptas em Irecê (Divulgação/Ueriston Machado)

Milena garante que só trabalha com produtos de origem natural, de qualidade e certificação. “Os produtos utilizados são todos com certificação e aprovados pela Anvisa” afirma. A empreendedora enfatiza também que preza sempre para que suas clientes adotem todos os cuidados necessários para o sucesso do bronzeamento. “Observamos sempre as questões de higiene, o uso de protetor solar com fator adequado a cada tipo de pele e os impedimentos que alguns tipos de pessoas têm para fazer o procedimento, como as grávidas de até três meses, pois pode afetar gestação”, explica Milena.

O público da Milena Bronze é marcado pela variedade. “São mulheres com mais de 60 anos, mulheres casadas, solteiras, grávidas... Tem de vários tipos”, conta ela. Uma de suas clientes, a profissional autônoma Dhonarta Marcelly é só elogios para o serviço. “Eu simplesmente amo o trabalho da Milena. Além de todo o cuidado que ela tem com gente durante o bronzeamento, ela faz um acompanhamento bem legal depois”, conta Dhonarta.

Já a estudante Luana, cliente fiel a cerca de um ano, atesta a qualidade de Milena nas técnicas de bronzeamento. “Foi o melhor resultado que já vi, um trabalho diferenciado e higiênico. Pode confiar!”, ressalta ela

Na busca constante pelo aperfeiçoamento, a empreendedora demonstra expectativa para o congresso de profissionais do seu segmento que será realizado em Fortaleza já em setembro. “Aguardo ansiosa para trazer novas técnicas e produtos para as minhas clientes”, conta.

Na esteira das novidades, a Milena Bronze vai inaugurar um ambiente com mais espaço para ampliar o atendimento ao seu público. O novo endereço fica na Rua Anédia da Silva Dourado, 91, no bairro Shampoo Charme, próximo ao Bar do Leno.