file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Em nota, Luizinho Sobral nega ter se apropriado de R$ 850 mil da prefeitura

12 de Abril de 2017 (atualizado 21/Jun/2017 15h17)

Foto: ex-prefeito se defende da acusação de desvio de verba pública (Reprodução/CaraíbasFM)

Foto: ex-prefeito se defende da acusação de desvio de verba pública (Reprodução/CaraíbasFM)

Redação Cultura&Realidade

Por meio de nota, o ex-prefeito de Irecê, Luizinho Sobral, se defendeu da acusação de que havia se apropriado indevidamente de R$ 850 mil oriundos da repatriação de recursos públicos no exercício 2016, uma queixa do prefeito Elmo Vaz.

Segundo Sobral, houve uma movimentação financeira entre contas bancárias da prefeitura com recursos da repatriação, mas que tu correu de forma legal. “A transferência citada foi feita dentro da legalidade e entre contas da própria Prefeitura, permanecendo assim, os valores nos cofres do município”, afirmou o ex-gestor, acrescentando que deixou R$ 8,1 milhões em caixa no momento em que deixou a administração municipal.

A transferência de recursos, ocorrida nas primeiras horas do dia 1 de janeiro, é alvo de grande reclamação do atual prefeito.