POLÍTICA

Em "nota de repúdio", partidos apontam mentiras de dirigente estadual do PSOL, Ronaldo Santos

Cultura&Realidade - 02 de Abril de 2019

file-2019-04-02083640.246382-ronaldo_psol94fcd75c-553b-11e9-aca0-f23c917a2cda.jpg

Ronaldo Santos, dirigente estadual do PSOL baiano, apontado como mentiroso em Irecê - Foto: Ilustração

O dirigente estadual do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos, concedeu entrevista na última sexta-feira, 29, à rádio Lider FM, que resultou em uma “nota de repúdio” de partidos da base aliada do prefeito Elmo Vaz e desfiliação de membros do PSOL em Irecê.

O dirigente, segundo a nota de repúdio assinada por cinco partidos, “demonstrou nitidamente desconhecer a realidade e o cotidiano de Irecê, como inclusive (ele mesmo) reforça diversas vezes durante sua entrevista.”, diz a nota, na qual os partidos refutam uma a uma as sentenças dadas pelo dirigente psolista baiano, que tratou sobre zona azul, pavimentação asfáltica, saúde e geração de emprego e renda na gestão do prefeito Elmo Vaz.

Veja a nota, na íntegra:

"Nota de Repudio às declarações do Dirigente Estadual do PSOL, sobre Irecê.

O diretório municipal dos partidos PSB, PT, PC do B, PPS e Rede, que fazem parte do Governo Terra do Coração da Gente, repudiam e lamentam profundamente as declarações proferidas pelo dirigente estadual do PSOL, Ronaldo Santos, durante entrevista a uma rádio local. Numa entrevista estranha, sem dialogar com os membros do PSOL que fazem parte do governo e ajudam a construir o partido no município, Ronaldo Santos demonstrou nitidamente desconhecer a realidade e o cotidiano de Irecê, como inclusive reforça diversas vezes durante sua entrevista.

Ao questionar a Zona Azul do município, Ronaldo Santos demonstra não saber que a ação reorganizou o trânsito no centro da cidade e, de acordo com dados da CDL, de maio de 2018 até janeiro de 2019 houve significativo crescimento nas vendas em comparação ao mesmo período do ano anterior, o crescimento variou entre 9 a 20% por mês.

No auge do desconhecimento da realidade ou falta de compromisso com a verdade, (o entrevistado) afirmou ainda que “não há uma gota de asfalto na cidade”. Ignorando que a Prefeitura de Irecê criou o Programa Urbaniza Irecê que já pavimentou mais de 140 ruas e mais de 40 km de passeios com acessibilidade, além de ter iniciado a construção de novas praças na cidade, e duas novas entradas da cidade, a partir da BA-052.

O desconhecimento aumenta quando o dirigente critica a gestão ambiental da cidade. Onde essa gestão solucionou um problema histórico, deixando de depositar lixo no antigo lixão, e inaugurando a operação do aterro sanitário da cidade ainda no primeiro ano da gestão. Dezenas de famílias que sobreviviam do antigo lixão hoje atuam em uma cooperativa, onde foram capacitadas na triagem de lixo.

Diretamente da capital do Estado, motivado não se sabe por quem, critica a ausência de geração de emprego e renda no município, evidenciando a falta de compromisso com a verdade, desconsidera que mesmo na realidade de desemprego a qual atravessa o País, graças a articulação da Prefeitura de Irecê, nos últimos dois anos empresas renomadas e franquias estenderam suas atividades até o município, gerando emprego e renda. E que, além disso, o município de Irecê foi vencedor da 10ª edição do Prêmio SEBRAE, Prefeito Empreendedor, no dia 28/11/18 pelo Projeto Empreendedorismo na escola.

Ao questionar a saúde do município, Ronaldo Santos mais uma vez reforça a sua ignorância sobre a cidade, ao deixar de citar importantes ações realizadas ao longo de dois anos de gestão, como as 1.167 cirurgias, que o município tem excelência no tratamento fora do domicílio (TFD) com uma das melhores casas de saúde em Salvador, que atende até 83 pessoas simultaneamente, entre pacientes e acompanhantes, em 37 apartamentos com suíte, Além disso, a Prefeitura de Irecê, no inicio da atual gestão, trouxe o projeto Voluntários do Sertão, que realizou 46.508 atendimentos nas áreas de medicina, enfermagem, odontologia, previdência social, psicologia e social, entre outros resultados expressivos.

O diretório municipal dos partidos reforça o repúdio a entrevista catastrófica concedida pelo dirigente Ronaldo Santos. As declarações tiveram tamanho impacto negativo que dois dos mais atuantes filiados do PSOL/Irecê, Socrates Junior e Kel Dourado, solicitaram a desfiliação do partido, por não concordarem com um depoimento tão irresponsável como o do dirigente estadual do partido."

 

Irecê-BA, 30 de março de 2019.

 

Arestides Dourado (Borisco) - Presidente municipal do PSB

José Marcelino da Silva - Presidente municipal do PT

Carlos Alberto Rodrigues Bezerra - Presidente municipal do PC do B

Aulus Teixeira - Presidente municipal do Rede

Edivaldo Martins de Araújo - Presidente municipal do PPS