Irecê e Região

Em América Dourada, terceira via liderada por Fernandão ganha apoio de Sinobelino, ex-Joelson

Cultura&Realidade - 02 de Abril de 2020

file-2020-04-02115739.181920-sino4bdbe928-74f2-11ea-a930-f23c917a2cda.jpg

Sinobelino Dourado, durante visita à redação do Cultura&Realidade: "Desisti de Joelson porque não cumpre acordo com ninguém" - Foto: C&R.

Ainda repercute em América Dourada, a renúncia da prefeita Rose Dourado, que abriu mão de disputar a reeleição em meados do mês março. Com gestão avaliada negativamente e sem adesão para vislumbrar possibilidade de êxito, nas disputas de 4 de outubro próximo, ela abdicou da candidatura, entregando ao seu esposo, o ex-prefeito Agnaldo Lopes, o comando da gestão política do grupo.

A carta aberta à população, justificando a sua desistência, refletiu nos principais grupos políticos do município. Na própria base do seu grupo, o vice-prefeito Má de Assis, que vinha correndo por fora, como pré-candidato a prefeito, realinhou-se e filiou-se ao PSD, partido da prefeita, com as bênçãos do Senador Otto Alencar.

Pela oposição, o pré-candidato Joelson Cardoso do Rosário, ex-prefeito por dois mandatos, que vinha navegando praticamente sozinho, aparecendo em todas as pesquisas de tendência eleitoral realizadas até a desistência da prefeita, como franco favorito, começa a sofrer desidratação das suas bases de apoio.

O grupo liderado pelo ex-prefeito e médico Sinobelino Dourado, que o apoiou nas eleições de 2016 e vinha se mantendo aliado, rebelou-se esta semana e outros atuais aliados já sinalizam insatisfação com o pré-candidato oposicionista, a exemplo de Franco Bagano, presidente do Podemos/América Dourada, que publicou na sua página pessoal de Facebook, um manifesto com recado direto: “Estão querendo desarticular o partido “PODEMOS” que sempre deu sustentação à oposição de América Dourada, ‘descobrir um santo para cobrir outro’”, como consta no print abaixo, da postagem, num claro manifesto aos coordenadores da pré-campanha de Joelson.

Por fora deste embate, correndo por fora, surge a terceira via, com a pré-candidatura a prefeito, de Fernando Dourado (Fernandão), que também apoiou Cardoso na última disputa municipal.

Passados 15 dias da desistência de Rose, do lançamento da terceira via e de insatisfação com a gestão na construção das alianças políticas, por parte do até então principal candidato de oposição, Sinobelino anunciou, esta semana, sua desistência de apoio a Joelson e já está em pré-campanha, participando do fortalecimento do projeto liderado pelo seu primo Fernandão.

“Desisti de Joelson por várias razões. Não apresenta claramente o projeto para América Dourada, não cumpre os acordos políticos, frita todos os potenciais aliados, alimentando possibilidades que não tem como cumprir e por fim, em uma jogada desleal, buscou de todas as formas esvaziar o nosso partido. Não dá para continuar apoiando alguém que se comporta como adversário”, disse Sinobelino.

Da Redação