BRASIL

Edital de concurso para o Censo 2020 deve sair no início de março, diz IBGE

Cultura&Realidade - 11 de Fevereiro de 2020

file-2020-02-11173727.035939-Sem_titulo-150e62f70-4d0e-11ea-8fae-f23c917a2cda.jpg

Detalhes sobre o número exato de vagas para cargo e remuneração só serão conhecidos com a publicação do edital. - Foto: Ilustração

Previsão anterior era que edital seria publicado ainda em fevereiro. IBGE lançará processo seletivo para vagas de agente censitário e recenseador.


Aguardado desde o ano passado, o edital do concurso público do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para mais de 200 mil vagas pelo país só deverá ser publicado no início de março, segundo nova previsão oficial divulgada nesta terça-feira (11) pelo órgão.

A previsão anterior era que o edital seria publicado ainda em fevereiro.
Anunciado em maio de 2019, o processo seletivo irá contratar trabalhadores temporários para trabalhar no Censo Demográfico 2020 para os cargos de recenseador e agente censitário.

Segundo informou o IBGE, o Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos) foi definido como a banca organizadora do concurso e a assinatura do contrato deve ser feita ainda nessa semana, o que deverá garantir a publicação do edital logo no início de março.

Portaria publicada em maio pelo governo federal autorizou o IBGE a contratar até 234.416 trabalhadores temporários para trabalhar no Censo Demográfico 2020. Somadas as posições autorizadas a serem preenchidas nos cargos de agente censitário e recenseador, o número de vagas do concurso número pode chegar a até 225.678.

Vagas previstas pela portaria publicada em maio de 2019:

•    Agente Censitário Municipal: 6.100
•    Agente Censitário Supervisor: 23.578
•    Recenseador: 196.000


Cargos para nível fundamental e médio

Detalhes sobre o número exato de vagas para cargo e remuneração só serão conhecidos com a publicação do edital.
Historicamente, os candidatos a recenseador precisam ter nível fundamental. Já para agente censitário costuma ser exigido nível médio de escolaridade.
Para os cargos de coordenador censitário subárea e agente censitário operacional, cujo processo seletivo já está na fase final, o número de vagas abertas (2.658) ficou um pouco abaixo do limite autorizado pelo governo (3.210).

O edital lançado em setembro abriu 1.343 vagas para coordenador censitário subárea (nível superior) e 1.315 vagas para agente censitário operacional (nível médio), distribuídas pelas 27 unidades da Federação. Os salários foram fixados em R$ 3.100 para coordenador e de R$ 1.700 para agente.

No Censo 2010, 191.972 vagas foram abertas para recenseador, atraindo mais de 1 milhão de inscritos. Outras 33.012 vagas foram abertas para agente censitário administrativo, agente censitário de informática, agente censitário municipal, agente censitário regional e agente censitário supervisor.

Da redação, com informações do G1