file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Deterioração da BA-144, que liga a região de Irecê a Jacobina, faz motoristas mudarem de rota

11 de Janeiro de 2017 (atualizado 09/Fev/2017 01h37)

file-2017-02-08233705.795257-rodovia_jacobina_varzea_nova_irece-augusto-urgente43828a66-ee68-11e6-9a13-047d7b108db3.jpg

Foto: BA-144 em péssimas condições de conservação (Augusto Urgente)

Da Redação, com informações do Mais Política

A principal via de acesso para a região de Irecê e Chapada Diamantina, a BA-144, há anos tem se deteriorado sem passar por qualquer reforma e, agora, os condutores preferem outras estradas como alternativa, como a BA-131 que liga Miguel Calmon a Porto Feliz. O fluxo de veículos que migrou enormemente para este trecho acabou piorando também esta via, pois até veículos pesados trafegam por esta rodovia na tentativa de fugir dos cascalhos da BA-144 e agora se deparam com as crateras que tomam conta principalmente entre o trecho de Andaraí, localidade do município de Piritiba, a Porto Feliz. Empresas de transporte de passageiros também foram afetadas pela degradação da BA-144.

A Expresso Guanabara, que possui diversas linhas ligando o Centro-Oeste ao Nordeste e atende Irecê e Jacobina, precisou mudar as rotas para a BA-131, passando por Miguel Calmon. A Viação Cidade Sol, que possui uma ligação diária entre as duas cidades e depende prioritariamente da estrada, sofre com prejuízos em seus veículos quase que diariamente, além de atrasos ocasionados por quebras, prejudicando também os passageiros. Motoristas chegam a trafegar parte deste trecho por uma via vicinal que fica paralela ao que resta desta rodovia. Caso não haja urgentemente uma intervenção para recuperação da BA-131 acontecerá o mesmo que houve com a BA-144. Através de uma rápida pesquisa na internet pode se comprovar que esta demanda da recuperação da estrada já foi levada por representantes políticos desde 2015, e de lá para cá nada foi feito.