file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Criadores de toda a Bahia já podem vacinar rebanhos contra febre aftosa; Irecê e Ibititá obtiveram melhores resultados na etapa inicial

11 de Novembro de 2016 (atualizado 08/Fev/2017 04h44)

file-2017-02-08024453.006946-Aftosa54e0ee24-edb9-11e6-b53e-047d7b108db3.jpg

Foto: Bahia lança 1ª etapa de vacinação contra a febre aftosa (Elói Corrêa/GOVBA)


Da Ascom Seagri

Todos os bovinos e bubalinos com idade de 0 a 24 meses devem ser vacinados contra a febre aftosa até o dia 30. A expectativa da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), é que sejam vacinados 95% dos animais nesta faixa de idade. A população vacinável nesta etapa, que começou no último dia 1º, é de 3,5 milhões de cabeças, de um total de 10,3 milhões existentes no estado.

De acordo com a Seagri, o rebanho acima desta idade deve obrigatoriamente ser atualizado, mesmo que o criador não tenha animal nesta faixa etária para vacinar. A Bahia é reconhecida Internacionalmente como Livre da Febre Aftosa com Vacinação desde 2001, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). A novidade desta vez é que o criador pode fazer a declaração da vacinação do rebanho por meio do site da Adab.

O secretário da Agricultura do Estado, Vitor Bonfim, explica que o processo de vacinação e declaração vem sendo atualizado e facilitado a cada ano. “A declaração da vacinação pelo produtor hoje pode ser realizada de forma virtual, não sendo mais necessário se deslocar até um escritório da Adab, como também já acontece com a emissão de Guia de Trânsito Animal [GTA], para que os animais possam transitar sem restrição”.

Já o diretor-geral da Adab, Marco Vargas, destaca que “apesar da seca que se abate sobre o estado, atingimos uma taxa de vacinação de 93,84 na etapa anterior, com população de 10.389.079 cabeças e um total de 299 mil produtores com bovinos e bubalinos. Somos o 8º rebanho nacional”. Na primeira etapa da campanha, as regionais de Salvador (98,05%), Itapetinga (97,95%) e Teixeira de Freitas (97,03%) obtiveram os melhores índices de vacinação, seguidas por Itaberaba (96,24%) e Irecê (95,27%).

Destacaram-se ainda os municípios de Acajutiba, Cairu, Cardeal da Silva, Ibititá, Itaparica, Ituberá e Rio do Pires, que alcançaram o índice de 100%.