file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Geral

Contas de 2015 da prefeitura de Irecê são aprovadas com ressalvas

06 de Outubro de 2016

LuizinhoSobral_julgamento-tre_fotoreproducao.jpg
[caption id="attachment_5994" align="aligncenter" width="595"]O prefeito de Irecê, Luizinho Sobral. | Foto: reprodução O prefeito de Irecê, Luizinho Sobral. | Foto: reprodução[/caption] Do TCM/BA
Na sessão desta terça-feira (04), o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou com ressalvas as contas do prefeito de Irecê, Luiz Pimentel Sobral (PTN), referentes ao exercício de 2015. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, multou o gestor em R$2 mil pelas falhas remanescentes no relatório técnico.
De acordo com o TCM, no exercício de 2015 o município apresentou uma receita arrecadada de R$116.302.580,53 e uma despesa executada de R$115.282.857,00, demonstrando um superávit orçamentário de execução de R$1.019.723,53. Sobre os restos a pagar, ficou evidenciado que não houve saldo suficiente para cobrir as despesas compromissadas a pagar no exercício financeiro analisado, contribuindo para o desequilíbrio fiscal da prefeitura. O gestor deve promover a regularização dos débitos até o final deste ano, sob pena de rejeição das suas contas.
Ainda segundo o órgão, a administração municipal cumpriu todas as obrigações constitucionais. Na manutenção e desenvolvimento do ensino foram aplicados recursos na ordem de R$36.036.958,50, representando 26% das receitas específicas, superando o mínimo exigido de 25% . Na remuneração dos profissionais do magistério foram investidos 76,44% dos recursos do Fundeb, correspondendo a R$21.854.115,58, acima do percentual mínimo de 60%. Nas ações e serviços públicos de saúde, o investimento foi de R$11.367.537,21, que correspondeu a 18,82%, ultrapassando o mínimo de 15%.
Cabe recurso da decisão.