file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Comissão adia protesto na Estrada do Feijão por causa de anúncio de Rui Costa

Rodrigo de Castro Dias - 10 de Fevereiro de 2017 (atualizado 29/Jun/2017 16h28)

Vida da população está sendo afetada pelas condições horríveis de tráfego na Estrada do Feijão.

Foto: BA-144, que atende Várzea Nova e liga Jacobina e a região de Irecê, está em condições impraticáveis de tráfego, afetando a vida da população (Divulgação)

Por Rodrigo de Castro Dias, com informações da Secom/BA

A comissão reivindicadora criada por moradores de Várzea Nova, cidade próxima a Morro do Chapéu, decidiu adiar na última quinta-feira (9) o protesto que estava marcado para ocorrer na Estrada do Feijão (BA-052) na manhã da próxima segunda-feira (13), depois que o governo do estado divulgou que garante a realização das obras de recuperação da BA-144, que está em péssimas condições e é o objetivo do protesto popular.

O governo reagiu a iniciativa da população de Várzea Nova fazendo uma audiência de emergência, onde o governador Rui Costa (PT) recebeu o prefeito de Várzea Nova, João Hebert Araújo da Silva, o Joãozinho (PSL), e o deputado estadual Alex Lima (PTN), e garantiu que vai recuperar a estrada.

A mobilização teve início com o anúncio da comissão na última terça-feira (7) de que um grupo de manifestantes se dirigiria de Várzea Nova para a rodovia BA-052 nas primeiras horas do dia 13, com o objetivo de fechá-la e assim registrar a insatisfação com a situação da BA-144, que serve a cidade em ligação com Jacobina e a região de Irecê.

 "Vamos mobilizar toda população para se juntar em prol desta demanda que beneficiará a todos, ressaltou um membro da comissão", informou na ocasião um dos organizadores. Com a mudança de planos, fica a expectativa de que a mobilização ocorra caso a promessa governamental não seja cumprida no prazo informado.

LEIA MAIS: Moradores de Várzea Nova/BA prometem fechar Estrada do Feijão em protesto

Durante a semana, a comissão divulgou um vídeo onde satiriza as péssimas condições da BA-144, onde uma canção popular de axé foi modificada para contar as agruras que os moradores da região passam todos os dias por causa da degradação da via. "A estrada acabou / há um tempo atrás / na 144 / asfalto transformou-se em barro / tá um caos total / venha ver", protesta de forma bem-humorada a paródia musical.

Posição do governo -  “A secretaria já assinou os contratos com as empresas que ganharam a licitação e estamos aguardando a assinatura da ordem de serviço para que as intervenções comecem. A previsão é de que as obras tenham início até março”, explica o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti. Ele afirmou em nota que o processo licitatório para a manutenção de mais de 18 mil km de estradas no estado foi finalizado no final de 2016, e que também já estão em andamento projetos para a recuperação de mais 2 mil km de rodovias, que serão realizados através do Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias (PREMAR II).

Veja o vídeo com a sátira dos moradores de Várzea Nova: